26 de dez de 2013

Blog do Gilberto Lima

O vereador-coveiro, Fábio Câmara(PMDB), bem que poderia doar alguns caixões para o presídio de Pedrinhas. Iria ajudar a famílias de detentos que continuam sendo vítimas da incompetência do (des)governo Roseana Sarney, que perdeu o controle do sistema penitenciário. As mortes violentas continuam colocando o presídio do Maranhão como o mais violento do país. Mortes que podem levar a uma inevitável intervenção federal, como ameaçara o procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Câmara deveria não só doar caixões para o sistema penitenciário, mas ao (des)governo de Roseana Sarney, que já morreu em várias áreas. Só o vereador-coveiro não vê isso. Ou finge que não vê. Só tem olhos para enxergar alguma falha na administração do Edivaldo Holanda Júnior, que comeu o pão que o diabo amassou no primeiro ano de gestão. Graças aos desmandos da gestão Caostelo.

Querendo pegar carona no drama de trabalhadores da famigerada Multicooper, que não paga salários de trabalhadores desde a gestão anterior, Câmara montou um picadeiro em frente à Prefeitura de São Luís. Um dito ‘velório’ com a presença de apenas alguns gatos pingados, num universo de quase 1.500 trabalhadores lesados. Um problema que a prefeitura vem procurando resolver na base do diálogo permanente, como fez recentemente com cerca de 600 trabalhadores terceirizados da área da educação.

Mostrando que está mais vivo do que nunca, e que não se intimida com as palhaçadas do vereador Fábio Câmara, Edivaldo Holanda Júnior segue trabalhando com determinação para mudar a realidade de São Luís. O primeiro ano foi para planejar a gestão e organizar as contas. A partir de 2014, começa a trabalhar com orçamento e planejamento elaborados por sua própria equipe. Será um ano de muitas realizações.

Enquanto o vereador-coveiro continua com suas práticas agourentas, o prefeito busca amparo na população que o elegeu, levando obras e benefícios a vários cantos da cidade.

Portanto, acho bom que o vereador mude seu velório para onde a morte espreita: a porta do Palácio dos Leões, onde o governo já 'morreu' (para grande parte da população), e para a porta do presídio de Pedrinhas, onde os defuntos do descaso e da falta de controle são jogados, esquartejados, no lixo.

Vereador-coveiro, ajude os irmãos que estão sendo trucidados em Pedrinhas! Caixões pra eles, urgente, por favor!
Reações:

0 comentários :

Design de NewWpThemes