17 de jan de 2015

O ainda deputado Gastão Vieira, ex-ministro do Turismo indicado na cota do senador José Sarney pelo PMDB, foi quem recebeu o candidato do PT a presidente da Câmara Federal, Arlindo Chinaglia, quinta-feira, em São Luís, e somente não foi ao encontro no Palácio dos Leões porque não foi convidado.

A iniciativa de Gastão em receber o candidato que faz oposição a Eduardo Cunha, representante do PMDB na disputa pela presidência da Casa, foi interpretada nos meios políticos como um recado à direção nacional de que ele estaria de saída do partido por conta de insatisfações pessoais.

Gastão Vieira, que perdeu a eleição para o Senado Federal e não foi indicado para nenhum cargo no governo Dilma Rousseff, tem comentado nas rodas políticas que estaria disposto a deixar o PMDB porque o grupo que comanda a legenda nacionalmente não lhe prestigia.
O prefeito Edivaldo assinou nesta sexta-feira (16) ato de criação da primeira subprefeitura no Centro Histórico de São Luís, e anunciou o turismólogo e gastrônomo Fábio Henrique Farias Carvalho, que já integra o corpo funcional da Prefeitura, como subprefeito da região. O subprefeito será um agente articulador do Município dentro do Centro Histórico, que consolide as medidas conjuntas do Município com o Governo do Estado, dando uma sinergia nas ações institucionais dos dois entes para o crescimento da Praia Grande e do Centro como um todo.


"Hoje, graças a Deus, e com a parceria do governador Flávio Dino, foi possível criarmos a primeira subprefeitura de São Luís. E no Centro Histórico, um local simbólico não somente para nós, ludovicenses, mas para o mundo todo, dada a importância histórica e cultural que carrega. Já estamos com várias frentes de trabalho abertas na área, para que a revitalização seja completa e para que as pessoas desejem frequentar ainda mais esta área de nossa cidade", disse o prefeito.

O secretário Municipal de Governo, Lula Fylho, frisou que a subprefeitura é implantada sem a criação de nenhum novo cargo, mas com o remanejamento de funcionários de outras secretarias para compor o quadro do novo órgão. "O diretor do Museu de Gastronomia passa a ser o subprefeito e outros cargos da própria estrutura passam a compor a subprefeitura, ou seja, não criamos custos para a Prefeitura", enfatizou Lula Fylho.

16 de jan de 2015

O governador Flávio Dino por meio das redes sociais afirmou nesta sexta-feira (16) que está analisando a questão da Fundação da Memória Republicana Brasileira (FMRB). Mas a ideia é o melhor uso do dinheiro público, o que inclui cortes de privilégios e desperdícios.

Anna Graziella Neiva que preside a FMRB desde agosto de 2012, e que no ano passado foi eleita por um conselho interno para um mandato de mais 06 anos, encaminhou para o governador uma lista com pedidos de renomeação de servidores.

A lista em questão é a mesma dos atuais 48 funcionários, sendo que todos são comissionados e mantidos com recursos da Secretaria de Estado da Educação.

A Folha de pagamento mensal que custa aos cofres públicos mais de R$ 174 mil inclui vencimentos que chegam a mais de R$ 9 mil. Na postagem, o governador disse ainda que vai analisar o quadro de funcionários, o acervo e a disponibilidade de espaços.

A atitude não segue a lógica de perseguição política, mas de enxugamento da máquina estatal, utilizada em todos os setores da administração pública estadual. Veja abaixo a relação dos exonerados encaminhada por Graziella para serem renomeados.

 
 
O Governo do Estado estabeleceu acordo com o Ministério Público do Trabalho (MPT) para encerrar os contratos de terceirização de serviços que deveriam ser prestados através de concurso público no Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA). Com a celebração do acordo será economizado R$ 1, 127 bilhão para os cofres públicos.


O governador Flávio Dino ressaltou os esforços para resolver de forma legal e jurídica o fim das terceirizações. “A dívida de R$1 bilhão foi convertida em uma série de obrigações que o Detran terá de cumprir para encerrar as atividades terceirizadas e, assim, resolver esta situação da melhor forma jurídica e legal”, disse o governador.

 
O Estado foi acionado pela irregularidade desde janeiro de 2013 pelo MPT, mas a gestão da ex-governadora Roseana Sarney descumpriu a ordem, gerando uma multa diária de R$ 10 mil para cada servidor contratado de forma terceirizada para desempenho de atividade-fim no Detran-MA, serviços que deveriam ser desenvolvidos por servidores aprovados em concurso público.


Com o acordo celebrado esta semana pelo Governo do Maranhão, através do Detran-MA e da Procuradoria Geral do Estado (PGE), os funcionários terceirizados serão substituídos gradualmente por servidores que realizaram o último concurso do órgão, no ano de 2013. O diretor-geral do Detran-MA, Antônio Nunes, explicou que o certame vence em outubro deste ano e que, aos poucos, convocará os aprovados para as devidas funções.

 
“O Detran irá chamar, até o mês de outubro deste ano, as pessoas que prestaram o concurso de 2013. Cada um dos que forem chamados ocuparão a função para a qual se candidataram sem haver desvio de cargo”, afirmou o diretor-geral Antônio Nunes.

 
Com relação à quantidade de terceirizados que trabalham no Detran-MA, Nunes solicitou um prazo de 60 dias ao Ministério Público do Trabalho para precisar o número real funcionários, mas de adiantou que mais da metade não é concursada.

 
O acordo com o MPT reduziu a dividida de R$ 1,127 bilhão para R$ 500 mil que deverão ser empregados pelo Detran-MA em ações educativas direcionadas para motoboys e mototaxistas, que serão desenvolvidas como cumprimento à medida até 2016.

Empresas terceirizadas
 

Pelas empresas terceirizadas existem 193 funcionários contratados pela Diplomata e 232 pela IADESB. As duas são rés na ação movida pelo Ministério Público e acumulam multas de R$ 671 mil (Diplomata) e R$ 248,5 mil (IADESB) pelo não cumprimento da ordem judicial.
 

O contrato com a IADESB foi encerrado e a mesma está recebendo pagamento por indenização. Já a Diplomata teve o seu contrato renovado em 01/12/2014 e passou para o valor anual de R$ 10.245.146,40 (dez milhões duzentos e quarenta e cinco mil cento e quarenta e seis reais e quarenta centavos).


O prefeito Edivaldo iniciou nesta sexta-feira (16) as tratativas para celebrar nova parceria com Governo do Estado, dessa vez para fomentar a área do Trabalho e Economia Solidária em São Luís. Para delinear a parceria, o prefeito recebeu para uma reunião em seu gabinete, o secretário estadual do Trabalho, Julião Amin, e sua equipe técnica, que apresentou um esboço das ações a serem desenvolvidas conjuntamente na área.

"Estamos muito estimulados com todas as possibilidades de parceria, nesse esforço colaborativo em favor da capital e do cidadão ludovicense. Iniciamos hoje aqui as conversações para desenvolvermos políticas públicas voltadas à área do trabalho. E já a partir da próxima semana, teremos nova reunião para delinearmos melhor essas ações para que possamos apresentar à população mais uma gama de serviços realizados conjuntamente", disse Edivaldo.

Uma das ações previstas na nova parceria é a descentralização dos serviços oferecidos pelo Estado na área do Trabalho, na capital, com o objetivo de levar as ações do Sistema Nacional de Empregos (Sine) até as comunidades. Assim, será possível aproximar ainda mais o trabalhador dos serviços disponibilizados pelo órgão, tanto no processo de intermediação de mão de obra, como recebimento de seguro desemprego, emissão de carteira de trabalho quanto nas demais políticas públicas oferecidas pelo Estado.

http://wm.imguol.com/v1/blank.gifEntre as possibilidades discutidas na reunião está a possibilidade de implantar postos do Sine nos bairros e em pontos de grande circulação de trabalhadores, como nos terminais de integração, por exemplo. A proposta é facilitar o acesso dos trabalhadores aos serviços de intermediação de mão de obra e também proporcionar qualidade ao cidadão.

A parceria prevê ainda ações de fomento à economia solidária no Município, para estimular e incrementar esses empreendimentos através da pareceria. São projetos específicos para favorecer a economia solidária por meio de cooperativas, como de catadores, artesãos, agricultores familiares, entre outros grupos econômicos solidários da capital.

O secretário estadual do Trabalho, Julião Amin, explicou que o Governo do Estado vai entrar com o treinamento de pessoal, atendimento e equipamentos utilizados nesse processo e à Prefeitura caberá a concessão de espaços físicos e pessoal para integrar a força de trabalho que será empenhada na concretização dos serviços. Para o secretário estadual, a parceria vai estreitar ainda mais a relação entre a Prefeitura e o Governo nessa área do trabalho, de forma que possam estender e levar as políticas de trabalho às comunidades mais vulneráveis da capital.

"A reunião foi muito produtiva e mostra o compromisso e a preocupação do prefeito Edivaldo com o cidadão ludovicense. Com certeza vamos fazer uma grande parceria com a Prefeitura, porque o que pretendemos é facilitar a vida do trabalhador ludovicense. Ao invés de se deslocarem até o posto central do o Sine, nós é que levaremos aos bairros os serviços e as ações que disponibilizamos na área, pois sabemos que muitas dessas pessoas não disponibilizam de recursos suficientes para fazer esse deslocamento", explicou Julião Amin.

Presente à reunião, a secretária municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), Andréia Lauande, disse que ação deve favorecer cada vez mais os trabalhadores ludovicenses, oportunizando a estes as ações as quais têm direito.

"E a Semcas participará no sentido de potencializar essas políticas do trabalho entre os usuários do programa Bolsa família, através do Cadastro Único (CadÚnico), pois temos como responsabilidade a coordenação de ações de economia solidária e de fazer chegar a esse público os serviços na área do trabalho, emprego e renda.
Participaram também da reunião o vereador Osmar Filho (PSB) e a coordenadora estadual das agências do Sine, Isaura Moreira Lima.
O governador Flávio Dino voltou a usar o Twitter para anunciar que o uso do dinheiro público na Fundação da Memória Republicana será analisado e adiantou que o governo não vai tolerar privilégios e desperdícios.

“Vamos analisar o tamanho do quadro de funcionários, o acervo, a disponibilidade de espaços e o uso do dinheiro público no memorial”, afirmou Flávio Dino, em seu perfil no Twitter.
Dino criticou que os defensores do “enxugamento da máquina” são os primeiros a reagir quando há cortes de privilégios e desperdícios.

“Vamos analisar o tamanho do quadro de funcionários, o acervo, a disponibilidade de espaços e o uso do dinheiro público no memorial”, tuitou.
O governador afirmou também que não há ainda decisão sobre o funcionamento do memorial do mandato presidencial do senador José Sarney. Ele aproveitou para mandar um recado aos opositores.

“Aqueles que sempre mandaram querem continuar mandando. Só que o povo do Maranhão decidiu por outro caminho. E nós vamos trilha-lo”, disse.

 
O deputado federal e ex-presidente da Câmara Federal Arlindo Chinaglia (PT-SP) foi recebido pelo governador Flávio Dino na noite desta quinta-feira (15). Junto ao vice-governador Carlos Brandão e membros da bancada maranhense no Congresso e na Assembleia Legislativa, o diálogo girou em torno de iniciativas parlamentares que beneficiem o Maranhão nos próximos quatro anos.

Arlindo Chinaglia desembarcou em São Luís para ampliar o diálogo com a bancada maranhense. Foram debatidas pautas relacionadas ao destaque maranhense frente aos debates nacionais. Entre os temas mais importantes, está a distribuição dos royalties do petróleo. “É importante para o Maranhão e tantos outros Estados que essa questão seja definida. O Congresso precisa ter protagonismo para garantir melhorias aos brasileiros,” afirmou Chinaglia em conversa com representantes do Poder Executivo e das bancadas legislativas estadual e federal.

O governador e todos os representantes do povo maranhense ouviram as propostas do deputado paulista, que disputa a presidência da Câmara Federal. “Temos interesse em ouvir as pautas que melhor beneficiem o nosso Estado e vamos buscar espaço no cenário nacional para que o Maranhão receba investimentos e atenção por parte do poder público,” disse Flávio Dino.

A reforma política e a valorização da educação com atenção especial por parte dos entes federais em parceria com Estado e Municípios foram temas amplamente debatidos, para garantir que o Maranhão tenha força no âmbito nacional, e, sobretudo, na Câmara Federal, garantindo liberação de verbas para o Estado e votação de matérias de interesse dos maranhenses. Dino ratificou que a posição do Maranhão é que a nova formação do Congresso Nacional valorize o Estado.

Na opinião do deputado paulista, Flávio Dino terá amplo acesso ao Governo Federal e ao Congresso Nacional, por sua trajetória política e profissional em todas as esferas de poder. Chinaglia, que estava acompanhado do deputado federal Sibá Machado (PT-AC) destacou ainda a intenção de cooperação da Câmara com o Governo do Estado.

Deputados federais que fazem parte da bancada maranhense ou que passarão a compor a representação do Estado em Brasília falaram de pautas do interesse do Estado, com destaque à reforma política, à educação e também à questão tributária. Defenderam essas agendas os parlamentares Victor Mendes (PV), Weverton Rocha (PDT), Waldir Maranhão (PP), Rubens Pereira Jr. (PCdoB), Domingos Dutra (PT), Julião Amim (PDT), Deoclides Macedo (PDT), Pinto Itamaraty (PSDB) e João Castelo (PSDB).

Estiveram presentes também representantes da capital maranhense, o prefeito Edivaldo Holanda Jr. e o líder do governo na Câmara Municipal, Osmar Filho (PSB). Deputados estaduais também fizeram parte do diálogo: Humberto Coutinho, Othelino Neto, Raimundo Cutrim e Levy Pontes. Representando o PT do Maranhão, estavam também Rogério Baiano, Jomar Fernandes e Terezinha Fernandes.

Os bastidores da Assembleia Legislativa começam fervilhar por conta do início da nova legislatura e da sucessão da Mesa Diretora, que acontecerá dia primeiro de fevereiro, logo após a realização da sessão solene para a posse dos 42 deputados que vão compor o colégio eleitoral. Salvo algum imprevisto, o deputado Humberto Coutinho caminha tranquilamente para suceder Arnaldo Melo na presidência da Casa. 

Humberto lançou sua candidatura logo que foi confirmada sua eleição pelo TRE-MA e desde então tem contado com o apoio firme do governador Flávio Dino. Político articulado, iniciou conversações com todos os parlamentares e foi conseguindo formar a maioria necessária para uma vitória uma tranquila, diria até esmagadora, num plenário que as vezes surpreende. 

Embora já conte com um grupo em condições de assegurar sua eleição, até o final desta semana, Humberto deverá receber a adesão de mais nove deputados. Com as novas conquistas, a eleição caminha para candidato único e somente não acontecerá por unanimidade por conta dos deputados Sousa Neto e Andréa Murad, que recebem orientação do ex-secretário de Saúde, Ricardo Murad, são manifestaram contra.

Esses quinze dias que restam para a eleição, todas as atenções estarão voltadas para a composição da nova Mesa Diretora. Definido o presidente, restam agora mais oito cargos a serem preenchidos proporcionalmente entre os partidos da base aliada e os que fazem oposição ao governo.

Está definido que cada bloco apresentará um nome para compor a mesa. Caberá aos próprios parlamentares apontarem os indicados para os demais cargos de vice-presidentes, secretários e suplentes, sem a interferência do virtual presidente.

Servidores da Câmara Municipal de São Luís acabam de criar uma nova associação para defender os interesses da classe. Trata-se da Associação dos Servidores do Poder Legislativo do Município de São Luís (Aspolem-SL), que nasce sob a direção do funcionário Djalma Rodrigues. A nova entidade surgiu devido à falta de um canal de diálogo dos servidores com a direção do Legislativo Ludovicense.

O presidente da Casa, vereador Astro de Ogum, elogiou a iniciativa e disse que pretende manter um canal permanente de diálogo com o funcionalismo, ao mesmo tempo em que afirmou que irá auxiliar a entidade, principalmente no que tange à conquista de uma sede própria.

Os servidores sentiram a necessidade de um canal de abertura desde a administração passada, quando, por força de uma ação interposta pelo Ministério Público, a Justiça determinou a exoneração de 387 servidores que foram admitidos sem concurso público após a promulgação da Constituição de 1988.

“Os servidores ficaram atônitos e isolados, já que não houve, nenhum órgão representativo que os defendesse ou que pelo menos buscasse dialogar com a Presidência da Câmara, em busca de uma alternativa”, disse Djalma Rodrigues, ao justificar a criação da (Aspolemsl),.

A referida Associação, de acordo com Alterè Bernardino, primeiro vice-presidente, surge já oferecendo aos funcionários convênios com uma faculdade particular da capital e com um plano de saúde, além de propostas para a área de prestação de serviços aos associados.

Djalma Rodrigues destacou que a antiga Associação dos Servidores da Câmara Municipal (Ascam) não pôde ser reestruturada, já que enfrenta problemas junto à Receita Federal e em decorrência de débitos exorbitantes com antigos fornecedores.

“Vamos ter uma rodada de conversações com o presidente Astro e expor as reivindicações dos servidores, a Associação chegou como instrumento de defesa do funcionalismo desta casa parlamentar e jamais terá ação isolada em benefício de sua direção”, justificou Djalma Rodrigues.

Leo Coutinho foi recebido pela secretária de Educação Aurea Prazeres
O Prefeito de Caxias, Léo Coutinho, passou a semana em peregrinação por diversas secretarias estaduais buscando ajuda para compensar as terríveis perdas que o município sofreu no governo de Roseana Sarney e que ele espera agora recuperar no Governo de Flávio Dino.
Logo pela manhã, nesta quarta-feira (14), Leonardo Coutinho, juntamente com Secretaria de educação do município Silvia Carvalho, se reuniu com a secretária de estado da educação Áurea Prazeres, para tratar de necessidades urgentes, como a falta de professores na rede estadual em Caxias.

Durante a reunião foi discutido também problemas referentes à construção de novas escolas das zonas urbana e rural e a proposta da implementação de uma escola militar no município de Caxias.  A ideia de revitalizar o farol de educação e manter o compromisso de substituir as escolas precárias que ainda existem na zona rural.

 
Léo Coutinho cobrou da Secretaria Estadual o compromisso com o pagamento do transporte escolar da rede estadual, que Roseana nunca pagou, ficando a cargo do município este dispêndio que onera a prefeitura. Coutinho também cobrou a viabilidade da parceria Estado-Município para garantir escolas de qualidade para Caxias nesses 4 anos de governo Flávio Dino. E ainda reiterou todo apoio do município em relação às demandas da secretaria de estado de educação para implementação de suas ações no município de Caxias.

Logo depois o prefeito caxiense se reuniu com o secretário de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto, desta vez acompanhado do deputado estadual Humberto Coutinho. Durante o encontro, o parlamentar e o prefeito apresentaram ao secretário as demandas de obras de infraestrutura para o município, que nos últimos anos não teve atenção da gestão estadual. 

O prefeito Leo Coutinho expôs um conjunto de obras relacionadas à mobilidade urbana, principalmente, pavimentação de ruas. “Há mais de seis anos Caxias não tem convênios com o governo estadual”, destacou. Isso fez com que a cidade ficasse com as vias públicas danificadas tanto no centro quanto nos bairros da periferia. “É necessária a pavimentação de quatro bairros, incluindo o centro”, explicou o prefeito. 

De acordo com o secretário Clayton Noleto, em breve o Governo do Estado vai anunciar ações no município. “Será feito um esforço por parte do governador Flávio Dino para atender as demandas e melhorar as condições de vida da população caxiense”, declarou o secretário.

Para o deputado estadual Humberto Coutinho, a parceria com o governo estadual é de grande importância para o desenvolvimento do município. Ele ressaltou que a cidade foi abandonada pela gestão anterior. “O Estado ignorava o município”, frisou. O parlamentar afirmou que acredita que agora será dada a atenção necessária.

Ao término de sua peregrinação, que ainda teve a secretaria de segurança, onde Léo Coutinho solicitou mais policiais pra Caxias e ofereceu o serviço municipal de videomonitoramento para que seja operado em conjunto com a Polícia Militar, além da bem sucedida parceria da segurança municipal envolvendo todos os atores dessa área. O prefeito de Caxias mostrou-se muito animado com as perspectivas futuras.
     

“Vejo que agora o prefeito de Caxias é respeitado, bem atendido e mesmo que não consiga tudo que desejamos, a maior parte de nossas demandas são aceitas e encaminhadas. Este compromisso que o Governador afirmou que teria com Caxias, em praça pública, está sendo honrado e só o povo é que ganha com esta parceria”, disse animado o prefeito da princesa do sertão.

15 de jan de 2015

A VLI, empresa especializada em soluções logísticas que integram ferrovias, portos e terminais, abre inscrições para seu programa Jovem Aprendiz voltado para a Ferrovia Norte-Sul em Imperatriz, no Maranhão.  As vagas são destinadas a jovens interessados em começar uma carreira de sucesso em uma empresa que está contribuindo para transformar a logística do Brasil.

As inscrições podem ser feitas até o dia 1° de fevereiro, através do link http://pfpvli.peopleontime.com.br/inscricao.asp. Os candidatos devem ter no mínimo 18 anos, ensino técnico ou ensino médio completo e devem residir em Imperatriz.

O programa tem duração de até dois anos e é divido em duas fases: formação teórica e formação prática. Na primeira etapa, os jovens participam de um curso oferecido pelo SENAI, voltado para a área de manutenção elétrica e mecânica. Já durante o período prático, eles dão continuidade à sua formação em uma das áreas da VLI. Além da bolsa auxílio, os profissionais terão benefícios como vale transporte, vale alimentação, assistência médica e seguro de vida.


Um dos principais objetivos da VLI é ter os melhores profissionais trabalhando e crescendo com a empresa. Para isso, investe em diversos programas de formação profissional, promovendo a inclusão de jovens que estão ingressando no mercado de trabalho.
 
Sobre a VLI

A VLI tem o compromisso de apoiar a transformação da logística no País, por meio da integração de serviços em portos, ferrovias e terminais. A empresa engloba as ferrovias Norte Sul (FNS) e Centro-Atlântica (FCA), além de terminais intermodais, que unem o carregamento e o descarregamento de produtos ao transporte ferroviário, e terminais portuários situados em eixos estratégicos da costa brasileira, tais como em Santos (SP), São Luís (MA) e Vitória (ES). A VLI transporta as riquezas do Brasil por rotas que passam pelas regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste.

 
SERVIÇO

O que: Inscrições para o programa Jovem Aprendiz da VLI
Quando: Até
1° de fevereiro

Onde: Imperatriz (MA)
Inscrições: http://pfpvli.peopleontime.com.br/inscricao.asp
O prefeito Edivaldo determinou a realização de concurso público para o cargo de Procurador do Município. O anúncio foi formalizado em reunião com o Procurador Geral do Município, Marcos Braid, no Palácio de La Ravardière, na tarde desta quinta-feira (15). A previsão é que o edital seja lançado ainda no primeiro semestre, com o quantitativo de 10 vagas, mais cadastro de reserva. O concurso será realizado em quatro fases: objetiva, subjetiva, oral e títulos. 

“Estamos incrementando alguns setores do funcionalismo público municipal, que possuem defasagem histórica e precisam ser recompostos”, disse o prefeito Edivaldo. Para o Procurador Geral do Município, Marcos Braid, a realização de concurso para o cargo de Procurador do Município chega em boa hora diante da crescente demanda e o número reduzido do corpo técnico dos procuradores.

"A realização deste concurso é imprescindível para o bom funcionamento da Procuradoria. Este ato do prefeito Edivaldo demonstra respeito e reconhecimento ao órgão e, em especial, a sua preocupação com a coisa pública", afirmou.

A comissão do concurso, composta por membros da Procuradoria Geral do Município, da Secretaria Municipal de Administração (Semad), Associação dos Procuradores Municipais, Controladoria Geral do Município (CGM) e Ordem dos Advogados do Brasil, coordenará e planejará todas as atividades pertinentes ao concurso, cabendo à Semad a contratação da empresa responsável pela organização e realização do concurso público. 

 
Nesta quinta-feira (15) o secretário de Estado do Esporte e Lazer, Márcio Jardim, participou de audiência com o ministro do Esporte, George Hilton, em Brasília, para tratar sobre as ações que o ministério pretende desenvolver no estado do Maranhão.

Além de discutir as ações que o Ministério de Esporte pretende desenvolver no Maranhão, também foi debatido o Encontro de Secretários Estaduais de Esporte, que este ano será sediado na capital maranhense nos dias 05 e 06 de fevereiro. Na ocasião, o ministro George Hilton confirmou a presença no evento e disse que irá aproveitar a visita ao Maranhão para realizar a entrega de obras financiadas pelo governo federal, como a pista de atletismo da UFMA e o novo piso para os jogos de basquete.

“Será muito simbólico iniciar pelo Maranhão nosso trabalho à frente do ministério”, disse o ministro referindo-se ao encontro de secretários e entregas de equipamentos esportivos que fará na capital maranhense. Enquanto estiver no Maranhão, George Hilton deverá assinar a ordem de início das obras de duas unidades do Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), em São Luís. O objetivo é instalar onze centros em todo o Maranhão. 

“Nos sentimos honrados em receber num só encontro o ministro e todos os secretários estaduais de esporte do Brasil. Nossa atuação na Sedel será de total alinhamento com o governo da Presidenta Dilma e com a gestão do Ministro George Hilton”, afirmou Márcio Jardim.

Também estiveram presentes na reunião a secretária adjunta da Secretaria de Esporte e Lazer do Maranhão (Sedel), Joslea Rodrigues, o reitor da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Natalino Salgado e o secretário executivo do Ministério de Esportes, Ricardo Laser.
O governador Flávio Dino explicou, durante entrevista na manhã desta quinta-feira (15) à Rádio São Luís AM, que pagará os salários dos servidores públicos estaduais dentro do mês assim que a situação financeira do Governo do Estado for normalizada, em virtude dos débitos deixados pela gestão anterior.

“Nós divulgamos uma tabela que é uma tabela de referência, tabela do dia máximo; na hora em que nós tivermos a situação financeira estabilizada, nós vamos divulgar uma nova tabela, antecipando essas datas para dentro do mês”, garantiu o governador.

A gestão anterior deixou saldo de R$ 24 milhões em caixa e uma dívida de R$1,1 bilhão, com uma grande parcela dos pagamentos vencendo neste mês de janeiro. “Nós recebemos dinheiro do governo federal nos dias 10, 20 e 30. São três parcelas. Hoje, pela situação que nós herdamos, vamos precisar da parcela do dia 30 para pagar os servidores. Se fossemos pagar no dia 29 não haveria dinheiro para pagar todos”, explicou o governador.

O objetivo é divulgar a nova tabela ainda este ano, mas devido à revelação de novos débitos a cada dia, contraídos pela gestão anterior, não é possível precisar a data da normalização dos pagamentos.

“Temos todo dia uma surpresa, uma dívida, um contrato, alguém cobrando alguma coisa, um segmento cobrando, porque não houve transição no Maranhão, nenhuma informação dessas nos foi repassada. Nós só conseguimos essas informações agora, quando assumimos”, destacou Flávio Dino.

 
Louvável a decisão do Governo do Maranhão estudar a possibilidade de privatizar a Fundação da Memória Republicana para evitar que recurso público continue sendo usado para guardar o acervo do ex-presidente José Sarney. Desde a sua estatização, em 2011, o Estado já aplicou mais de R$ R$ 8 milhões para manter no Convento das Mercês documentos, homenagens e presente do período em que ele ocupou o Palácio do Planalto e levou o país a alcançar a maior inflação de sua história.

Segundo o Secretário de Articulação Política, Márcio Jerry, a orientação do governo é no sentido de fazer com a Fundação seja realmente da Memória Republicana e não do culto a personalidade do ex-presidente José Sarney. “Se tiver que ser pública que não use recursos públicos para fins privados”, declarou Jerry recentemente ao jornal O Estado de São Paulo.

Conforme divulgou recentemente a secretaria de Planejamento, a Fundação José Sarney possui 48 funcionários comissionados ao custo de R$ 174 mil por mês. Todos os cargos de confiança são indicados pela família Sarney. 

E tudo isso para manter o culto à personalidade do ex-presidente, que deixou apenas um legado de inflação e muita corrupção. Nós maranhenses não merecemos pagar essa conta, ainda mais se tratando de um ex-presidente que virou sinônimo de tudo que não presta neste país. Tá na hora dele meter a mão no bolso para pagar pela guarda de seus pertences.

Vale lembrar que ex-presidentes, como Fernando Henrique Cardozo e Luiz Inácio Lula da Silva, que deram suas contribuições ao país, mantém suas fundações com doações da iniciativa privada, ao contrário de Sarney, um político fora de tempo, que já recorreu até à justiça para manter o privilégio de guardar seu acervo às custas do povo do Maranhão.  
O secretário de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto, recebeu, na quarta-feira (14), em seu gabinete, a visita do prefeito de Caxias, Leo Coutinho, e do deputado estadual Humberto Coutinho. Durante o encontro o parlamentar e o prefeito apresentaram ao secretário as demandas de obras de infraestrutura para o município, que nos últimos anos não teve atenção da gestão estadual.  

 
O prefeito Leo Coutinho expôs um conjunto de obras relacionadas à mobilidade urbana, principalmente, pavimentação de ruas. “Há mais de seis anos Caxias não tem convênios com o governo estadual”, destacou. Isso fez com que a cidade ficasse com as vias públicas danificadas tanto no centro quanto nos bairros da periferia. “É necessária a pavimentação de quatro bairros, incluindo o centro”, explicou o prefeito.
 

De acordo com o secretário Clayton Neto, em breve o Governo do Estado vai anunciar ações no município. “Será feito um esforço por parte do governador Flávio Dino para atender as demandas e melhorar as condições de vida da população caxiense”, declarou o secretário.
 

Para o deputado estadual Humberto Coutinho, a parceria com o governo estadual é de grande importância para o desenvolvimento do município. Ele ressaltou que a cidade foi abandonada pela gestão anterior. “O Estado ignorava o município”, frisou. O parlamentar afirmou que acredita que agora será dada a atenção necessária.

14 de jan de 2015

Os empresários maranhenses aprovaram a iniciativa do governador Flávio Dino de instituir o Conselho Empresarial do Maranhão (Cema).Composto por entidades da classe empresarial e por representantes do poder público, o conselho foi instituído com o objetivode ampliar a política de investimentos do Governo do Estado. 
 

“Essa é uma iniciativa importante e fundamental para o desenvolvimento do nosso estado. Vários governos prometeram elaborar uma estrutura semelhante, mas ficou somente na promessa”, lembrou a presidente da Federação da Câmara de Dirigentes Lojistas do Maranhão, Maria do Socorro Noronha.

 

O Cema é presidido pelo governador Flávio Dino e coordenado pelo secretário de Estado de Indústria e Comércio, Simplício Araújo. O órgão é composto por representantes da Associação Comercial do Maranhão (ACM), Federação da Câmara de Dirigentes Lojistas do Maranhão, Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Maranhão (Faema), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio), Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema) e Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

 

O conselho está dividido em câmaras setoriais, que abrangem os setores de turismo, agronegócio, energia e gás, minério, metalurgia, comércio e serviços e infraestrutura, além de estratégias de inovação tecnológica e apoio e fomento às micro e pequenas empresas.

 

“Agora, cada empresário do Maranhão, representado pela sua entidade de classe, poderá expor as suas necessidades em cada um desses setores em um fórum que conta com a presença do poder público. Isso será muito benéfico para a economia do estado”, frisou Socorro Noronha.

 

A criação do conselho foi um compromisso firmado pelo governador Flávio Dino antes mesmo de tomar posse do cargo, durante diálogos com empresários maranhenses.

 

“Esse primeiro passo do governador junto ao empresariado maranhense nessa gestão foi muito feliz. Essa iniciativa de unir o poder público à iniciativa privada para o desenvolvimento do Maranhão é inovadora e tem tudo para dar certo”, pontuou o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio) do Maranhão, José Arteiro da Silva.
Agencia Estadão

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), fez um desabafo na manhã desta terça-feira na conta que mantém no Twitter, contra o clã Sarney, que dominou a política no estado nos últimos 50 anos. Sem citar nomes, ele escreveu. “Quanto mais abrimos as gavetas e armários do poder, mais ficamos indignados. Não havia governo, era mera aglomeração de interesses privados”.
A antecessora de Dino n governo do Maranhão, a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) renunciou no dia 10 de dezembro passado, a pouco mais de 20 dias para transmitir o poder ao adversário político. Dino também escreveu no Twitter que só há um meio para para garantir a implementação de políticas públicas no estado. “Aos que nos perguntam como vamos financiar nossas politicas, respondo: pondo fim às tenebrosas transações é possível avançar”, afirmou o governador maranhense.

Licitações
Logo que assumiu, o governador Flávio Dino suspendeu duas licitações preparadas na gestão Roseana Sarney que previam a compra de R$ 1 milhão em gêneros alimentícios para as residências oficiais do Estado em 2015. Na lista de 704 itens para abastecer as dispensas constavam, por exemplo, 234 quilos de bacalhau, fresco ou salgado, 646 quilos de patinha de caranguejo e 208 quilos de castanhas, podendo ser de caju, do Pará ou até mesmo portuguesa – dessa última, os 30 quilos custariam R$ 2.472,60.

As concorrências públicas já tinham realizadas ao final dos mandatos de Roseana Sarney, que renunciou ao cargo no dia 10 de dezembro, e do deputado estadual Arnaldo Melo (PMDB), aliado da ex-governadora que a sucedeu para um mandato-tampão até o final de 2014. Contudo, a homologação das licitações não tinha ocorrido e Dino determinou à sua equipe que passe um pente-fino nesses e em outros contratos das gestões anteriores.

Na revisão das duas licitações, a Casa Civil do governo do Maranhão vai avaliar se há excessos nos gêneros alimentares previstos nas compras. Preliminarmente, a avaliação é que será necessário fazer um redimensionamento dos contratos, mas ainda não está descartado até mesmo o cancelamento deles, caso fique constatado que os gastos ultrapassam as reais necessidades de consumo.

Somente em hortifrutigranjeiros para a residência do governador, estava previsto gastar R$ 74,2 mil. São 200 quilos de uva verde e outros 100 quilos de uva roxa, ambas sem semente. Constam também 800 quilos de sorvete, sendo 100 quilos de cada um dos sabores: bacuri, açaí, cajá, creme, chocolate, cupuaçu, tapioca e coco. A compra para abastecer as casas do governador, do vice e veraneio previa a compra de 5.729 litros de refrigerante.

 
A Prefeitura de Caxias, por meio da Secretaria Municipal de Educação entregará, nesta sexta-feira (16), mais uma creche, desta vez para a comunidade do bairro Vila Lobão.

Do total de seis novas creches construídas pela Prefeitura de Caxias, esta é a quarta unidade de Educação Infantil a ser entregue pelo prefeito Léo Coutinho.

A nova unidade, bem como as últimas inauguradas, está projetada para atender cerca de 250 crianças, de 3 a 5 anos de idade. A estrutura conta com oito salas de aula, salas de repouso, informática, sala multiuso, brinquedotecas, além de banheiros, entre outras.


As belas creches que o prefeito está entregando em Caxias foram construídas nos bairros Eugenio Coutinho, Caldeirões, Nova Caxias, Vila Lobão, Cantinho do céu e Antenor Viana.

No município de Caxias, cerca de 4.500 crianças já são atendidas pela rede municipal de educação infantil, na cidade e  na zona rural.  

As novas creches construídas e inauguradas por Léo Coutinho, adicionam mais 1.000 novas vagas para atender as famílias caxienses.
Em visita ao Hospital da Mulher, na tarde desta terça-feira (13), o prefeito Edivaldo anunciou a ampliação do número de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital da Mulher. Ele também participou da apresentação de um planejamento das ações que serão implantadas no hospital durante o ano de 2015, para expansão da qualidade dos serviços oferecidos aos pacientes.

A unidade de saúde é centro de referência no bairro do Anjo da Guarda e, nos últimos dois anos, registrou avanços significativos, como a ampliação do número de leitos de internação e de UTI e aquisição de novos aparelhos de tomografia computadorizada e raio-X.

“O Hospital da Mulher tem tido grandes avanços durante nossa gestão e, em breve, iremos ampliá-lo, com a entrega de mais cinco leitos de UTI. Já inauguramos o serviço de tomografia, e implementamos novos serviços como o de neurocirurgia e de cirurgia para remoção de nódulos benignos de mama”, disse o prefeito. Ele acrescentou que o próximo passo é trabalhar para a construção do Hospital Jackson Lago e também fortalecer a atenção básica com reforma e equipamentos.

Edivaldo se mostrou muito otimista com as ações planejadas para 2015. Ele adiantou que a parceria com o governo do Estado, que tem agora um governador amigo de São Luís, possibilitará avanços maiores não somente na área de saúde, mas também nas áreas de Educação e de Infraestrutura.

“Em parceria com o governo do Estado, podemos trazer asfalto para a área Itaqui-Bacanga, vamos construir creches, reformar unidades de saúde e escolas”, completou o prefeito. Acompanharam o prefeito na visita a primeira dama, Camila Vasconcelos, a secretária de Saúde, Helena Duailibe, e o secretário de Comunicação, Batista Matos.

PARTICIPAÇÃO POPULAR

Todo o planejamento da diretoria do Hospital da Mulher, segundo a diretora geral do hospital, Natalia Mandarino, foi feito com a participação de representantes da área Itaqui-Bacanga e do Conselho Municipal de Saúde. “Fizemos questão de envolver a comunidade neste planejamento porque ninguém melhor do que a própria comunidade para dizer o quer é melhor para cada morador da região”, contou Natalia.

A secretária Helena Duailibe afirmou que o hospital tem papel fundamental na rede de atendimento do Município. “Temos aqui um serviço de neurocirurgia que faz a diferença hoje na evolução dos atendimentos tanto no Socorrão I como no II. Antigamente, ficávamos sem saber para onde encaminhar esses pacientes e hoje os aneurismas e os tumores cerebrais estão sendo operados aqui nesta unidade”, destacou a secretária.

De acordo com a diretora administrativa do Hospital da Mulher, Francisca Duarte, as ações de reestruturação da rede municipal de saúde adotadas pela Prefeitura foram fundamentais para a melhoria do atendimento na unidade. "Esses avanços são resultado do compromisso do prefeito Edivaldo e da secretária Helena Duailibe de garantir qualidade de vida à população de São Luís", afirmou a diretora.

Para a representante do Conselho Municipal de Saúde, Marcelina Soares Cardoso, a ampla oferta de serviços e a qualidade no atendimento refletem a preocupação da gestão municipal com a saúde da população. “Ficamos felizes em ver o que é hoje o Hospital da Mulher, que, durante muitos anos ficou, abandonado pelo poder público. Aqui estamos vendo o resultado de um trabalho que tem o compromisso com a população”, disse Marcelina.

Entre as metas apresentadas pela administração do hospital para 2015 estão a reorganização do processo de admissão, acolhimento e triagem dos pacientes, implantação do serviço de biopsia retal, reestruturação dos consultórios médicos e reestruturação do serviço de atendimento a mulheres vitimas de violência.

 

13 de jan de 2015

Governador Flávio Dino conversou sobre os programas
que estão sendo implantados para desenvolvimento do Maranhão
O governador Flávio Dino recebeu na tarde desta terça-feira (13) a visita do ex-prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Silva. Ao lado do vice-governador Carlos Brandão e do secretário de Articulação Política e Assuntos Federativos, Márcio Jerry, eles conversaram sobre a administração estadual e programas do novo projeto de desenvolvimento do Maranhão, que integra o crescimento econômico às políticas de promoção da igualdade social.
 

O governador apresentou a Luís Fernando os principais projetos em fase de implantação pelo Governo do Estado, entre eles os programas ‘Mais IDH’ e ‘Escola Digna’, que estão entre as principais metas da atual administração. “Fizemos questão de apresentar nossos programas e metas para melhorar a vida dos maranhenses”, ressaltou Flávio Dino, durante a reunião na sede do Governo do Estado, no Palácio dos Leões.
 

Os programas que começam a ser implantados pela nova administração do Estado visam erradicar desigualdades sociais que foram acentuadas pela falta de políticas públicas direcionadas à vida da população mais carente do estado. Após conhecer as ações, Luís Fernando Silva elogiou as iniciativas que foram instituídas já na primeira quinzena de governo.
“Conheci os projetos e discutimos sobre o presente e sobre o futuro do Maranhão. Depois de tudo o que vi, estou otimista sobre este novo momento e vejo que o governador Flávio Dino faz um esforço gigantesco para que as dificuldades sociais e econômicas de grande parte da população sejam superadas”, afirmou Luís Fernando.
 
O engajamento de lideranças políticas de todo o Estado em favor de programas sociais para melhorar a vida dos maranhenses é um avanço importante para melhoria da qualidade de vida. “O governo tem feito grande esforço administrativo para superar as desigualdades sociais. Apresentamos ao Luís Fernando nossa gama de ações já no início da administração que tem como finalidade maior reverter os indicadores sociais do Estado”, informou o governador Flávio Dino.






 

Design de NewWpThemes