28 de jun de 2014

Com liderança média de mais de 30 pontos em todas as pesquisas, os oposicionistas Flávio Dino, Carlos Brandão e Roberto Rocha abrem o calendário eleitoral com uma grande convenção neste domingo, 29. O evento acontece no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana (Cohafuma - São Luís), a partir das 8h da manhã. PCdoB, PDT, PSB e PPS fazem a chamada Convenção da Mudança, com participação também de PSDB, PP, PTC, PROS, Solidariedade e Militância Petista.

Com 58,2% das intenções de voto para o Governo do Estado, Flávio Dino homologará sua candidatura pelo PCdoB. No mesmo evento, o pré-candidato a senador Roberto Rocha (PSB) entrará na disputa pela vaga no Congresso nacional. Rocha tem 35,8% das intenções de voto segundo a pesquisa DataM divulgada pelo jornal Atos e Fatos na última quarta. O candidato a vice-governador indicado pelo PSDB é o deputado federal Carlos Brandão.

Pelo twitter, Flávio Dino fez o convite à população maranhense para participar do movimento de mudança neste domingo. “Vamos fazer uma bela convenção amanhã, cheia de energia cívica, ideias, propostas e surpresas boas. #TodosPeloMaranhao”, escreveu. A convenção será transmitida pela internet por meio do perfil @todospeloma no Twitter e pela rádioweb do sitewww.maranhaodagente.com.br.

Caravanas de todos os municípios do Maranhão se organizando para participar do evento em São Luís. Márcio Jerry, presidente estadual do PCdoB, disse que o povo maranhense quer mudança e vai conquistá-la no voto, lutando muito, com raça e fé. “Queremos um Maranhão justo, com oportunidades para todos os maranhenses. Nos abracemos envoltos na esperança que temos num Maranhão de todos nós. É a nossa luta!”, disse, destacando enaltecendo que o momento refletirá as bandeiras da justiça, da ética e da decência na política.

A aliança dos 10 partidos pelo Maranhão demonstra unidade e força política da oposição que, pela primeira vez, caminha para uma candidatura única no estado. O movimento por um estado mais justo tem ganhado força em todos os municípios. Durante eventos do Movimento Diálogos pelo Maranhão, que ao longo de um ano e quatro meses percorreu mais de 100 municípios, a voz única da população pedia a renovação política, com a construção de uma nova perspectiva de vida para o povo do estado.

TODOS PELO MARANHÃO
O Partido Trabalhista Cristão (PTC) realiza a convenção nesta segunda-feira, dia 30 de junho. O ato será realizado no auditório Fernando Falcão da Assembleia Legislativa do Estado a partir das 14 horas. Na ocasião será homologado o apoio às candidaturas de Flávio Dino para governador e Roberto Rocha para o Senado, além de anunciar os nomes dos candidatos a deputado estadual e federal que disputarão as eleições de outubro.


Entre os nomes fortes do partido, está o do ex-deputado Edivaldo Holanda, que disputará uma cadeira de deputado estadual nas eleições deste ano. Atualmente, o PTC no Maranhão conta com 42 vereadores, dois prefeitos e dois vice-prefeitos no Estado, dentre os quais o da capital, Edivaldo Holanda Júnior.
O ex-prefeito de São Bernardo, Antônio Bernardo (PMDB), reafirmou apoio à pré-candidatura de Flávio Dino (PCdoB) para o governo do Maranhão. “Eu apoio o Flávio pelo caráter, pelo trabalho, pela pessoa que ele é, a firmeza e a coerência nos trabalhos dele. Isso me fez acreditar que ele vai mudar o Maranhão para melhor em todos os setores, fazer um Maranhão de igualdade para todos”, defendeu Antônio Bernardo.

O ex-prefeito lembrou que já esteve com Flávio Dino duas vezes nos últimos meses. Durante visita do Diálogos pelo Maranhão a São Bernardo, Antônio discursou para o povo e declarou o apoio à pré-candidatura de Dino. “Ele já esteve em São Bernardo, a população recebe o nome do Flávio com muito entusiasmo. As pessoas acreditam no Flávio Dino, na pessoa dele. Se Deus quiser será nosso governador e vai mudar o Maranhão com sinceridade, desenvolvimento e prosperidade”, disse.


Antônio Bernardo disputou o cargo de prefeito em São Bernardo nas últimas eleições, sendo o segundo mais votado. Ele afirmou ainda ser imprescindível a mudança da realidade do estado.
Cerca de 60 toneladas de massa asfáltica foram aplicadas 
no primeiro dia de recapeamento

A Prefeitura de São Luís iniciou mais uma importante fase dos serviços de infraestrutura para a implantação do Plano Estratégico de Melhorias no Trânsito. Na manhã desta sexta-feira (27), foi iniciada a fase de recapeamento da Avenida São Sebastião, no Anil, que, a partir das modificações para aperfeiçoamento da mobilidade urbana na cidade, será um importante acesso ao corredor de ônibus Anil-Centro.

O prefeito anunciou o plano em maio deste ano e está visitando os locais em obras. “Já avançamos nas obras no Anil e na Avenida dos Holandeses e já estamos iniciando em outros pontos da cidade, para agilizar melhorias na mobilidade urbana da cidade”, declarou Edivaldo.

Para garantir a infraestrutura adequada ao fluxo de veículos que transitará pela via, a aplicação da camada asfáltica está sendo reforçada com uma espessura de mais cinco centímetros. Os trabalhos foram intensificados com a mobilização de duas equipes da Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Semosp). Somente neste primeiro dia do serviço de recapeamento foram aplicadas 60 toneladas de massa asfáltica à via.

“A pavimentação da Avenida São Sebastião é uma obra do plano de governo do prefeito Edivaldo que, além da qualidade, vai melhorar a trafegabilidade dos veículos, sobretudo reduzindo o tempo no percurso dos ônibus”, disse o secretário de Obras e Serviços Públicos, Antônio Araújo.

O serviço de recapeamento será feito paralelamente à conclusão da fresagem da avenida. O trabalho de fresagem consiste na retirada da camada asfáltica irregular para nivelamento da via e já foi realizado em 40% da extensão da avenida, que compreende 1,7 km ligando a Avenida Casemiro Júnior ao retorno da Cohab. As equipes da Semosp também farão a revitalização das sarjetas.

De acordo com condutores e moradores do bairro, o avanço das intervenções já apresenta resultados positivos para quem precisa passar pela avenida. “Eu nem lembro qual foi a última vez que fizeram alguma coisa aqui no Anil, mas acho muito bom porque nós que utilizamos moto sentimos mais as dificuldades do trânsito. Já conseguimos perceber uma melhora e esperamos que cada vez melhore mais”, afirmou a moradora Bianca Silva.

Pensamento semelhante é compartilhado pela moradora Fátima Ribeiro que mora no bairro há 49 anos. “Tem mais de cinco anos a última vez que vieram recuperar a avenida. Está sendo muito bom para os moradores, antes, quando chovia, ficavam muitas poças por conta dos buracos e quando os carros passavam molhava tudo. Espero mais melhorias e a avenida vai ficar bonita”, disse.

27 de jun de 2014

A presidenta Dilma Rousseff saudou hoje (27) “nosso Flávio Dino, candidato a governador do Maranhão”. Os dois estiveram juntos durante a Convenção Nacional do PCdoB esta tarde, no Auditório Nereu Ramos, em Brasília. 

O pré-candidato Flávio Dino construiu uma coligação de nove partidos para derrotar a família Sarney no Maranhão e conta também com apoio da militância do PT no estado. Veja o vídeo:


Três dias depois de José Sarney ter desistido de se recandidatar ao Senado, a filha dele, Roseana Sarney, informou que não disputará mais nenhuma eleição depois que deixar o cargo de governadora do Maranhão. Pretende se dedicar à família e cuidar da saúde.
As declarações de Roseana foram feitas em conversa com o repórter Gerson Camarotti, que as divulgou no canal Globo News. A governadora se queixou das críticas que associam sua atuação à história do pai.

Roseana disse ao repórter que está perdendo sua biografia, está virando apenas a filha do Sarney. Acha que dispõe de uma vida política própria. Recorda, por exemplo, que foi a primeira mulher a eleger-se governadora no país. Diz que sempre lutou pela valorização das mulheres.

A exemplo do pai, Roseana disse que pretende dedicar-se mais à família. Alegou que a mãe, Marly Sarney, está adoentada. Planeja também cuidar da própria saúde.

Instada a comentar a dupla aposentadoria dos Sarney, Roseana declarou que ela e o pai tiveram carreiras vitoriosas. Mas, segundo disse, “chegou a hora” de ambos se retirarem da vida pública. Até para abrir espaço para o surgimento de novas lideranças.


No momento, Roseana pega em lanças para eleger como seu sucessor o suplente de senador Lobão Filho (PMDB), que é herdeiro político de Edison Lobão, que ocupa a poltrona de ministro de Minas e Energia como apadrinhado de José Sarney. Quer dizer: no Maranhão, os Sarney tentam virar a página. Para trás. (Josias de Souza – Folha)
A Prefeitura de São Luís, por meio do Instituto de Previdência e Assistência do Município (Ipam), inicia, na próxima terça-feira (1º), uma extensa campanha de mobilização para a realização do Censo Previdenciário, que será realizado no mês de agosto. O objetivo da ação é traçar um perfil de saúde de cada aposentado e pensionista para atendê-lo melhor, de acordo com a política de valorização do servidor estabelecida pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior.

A partir de uma análise individual, ações efetivas serão desenvolvidas e direcionadas de acordo com as condições sociais, econômicas e de saúde desse público alvo. No município de São Luís, são 5.858 beneficiários, dentre os quais 4.362 aposentados e 1.496 pensionistas. A realização do censo é amparada e recomendada pelo Ministério da Previdência para todo órgão municipal.

Segundo a presidente do Ipam, Carolina Moraes Estrela (foto), além de promover o melhor equilíbrio financeiro do Patrimônio Previdenciário, o levantamento vai permitir ao instituto elevar a qualidade e contribuir para a melhor concessão dos benefícios. “Promover esse censo significa estender olhares humanísticos à Previdência e vê-la além dos princípios econômicos. É valorizar, tratar com cuidado e respeito os beneficiários e os benefícios previdenciários”, ressaltou.

Os recenseadores iniciarão os trabalhos no dia 1º de agosto. A estratégia é colocar equipes em locais de fácil acesso, como shoppings e terminais de integração, e será disponibilizado um telefone específico para informações.

Os servidores inativos responderão a um questionário e terão que apresentar documentos pessoais e funcionais (portaria de pensão, título de proventos, decreto de aposentadoria), além de comprovante de residência. Quem não reside mais em São Luís deverá fazer uso de procuração específica.

SAÚDE - A partir do censo, o Ipam fará a revisão dos benefícios previdenciários e implantará serviços como o plano de saúde e o Programa da Farmácia, além de diversas ações. Com a análise individual de cada aposentado e pensionista, será possível traçar um perfil de saúde e identificar, por exemplo, quantos cardiopatas, diabéticos, entre outros casos, existem no município para melhor atendê-los.


O censo será executado pela empresa Prime Saúde, especializada nesse tipo de serviço e vencedora da licitação. Ela fará uma criteriosa análise de riscos e traçará o perfil de saúde dos servidores inativos do município de São Luís. Serão 30 dias de divulgação e mobilização, durante todo o mês de julho, com mídia, panfletagem, mensagens nos contracheques e outras formas de abordagem.
O Partido Democrático Trabalhista (PDT) realiza neste domingo (29) a convenção estadual para homologar a candidatura de Flávio Dino ao Governador do Estado nas eleições de outubro próximo. O ato será realizado conjuntamente com o PCdoB, PSB e PPS, no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana (São Luís), a partir das 8h. 

“É uma candidatura que representa todos os segmentos sociais. Flávio Dino vai comandar a mudança, pessoa com grande responsabilidade, que assumiu a bandeira da libertação. Desejo que as convenções sirvam de motivação e compromisso por um novo momento no Maranhão”, disse Julião Amim (foto). 

O momento, conforme destacou o pedetista, tem grande relevância para os maranhenses e revigora a vitória da oposição em 2006, quando o grupo Sarney foi derrotado nas urnas com a eleição de Jackson Lago. Para ele, novamente se mostra que é possível vencer desde que haja união da oposição e dos movimentos sociais. 

“O processo eleitoral deste ano aglutina a aliança de nove partidos para vencer as eleições e derrotar o continuísmo, o descaso e o atraso no Maranhão. Vamos definir o novo rumo do nosso estado”, continuou o pedetista. 


O Partido do Maranhão, composto pelo PDT, PCdoB, PPS, PSB, PP, PTC, PSDB, Solidariedade, PROS e militância petista, representa a união da oposição maranhense, com o único propósito de desenvolver o estado com justiça social. 
O prefeito Edivaldo prestigiou nesta quinta-feira (26) o arraial organizado pela Fundação Municipal de Cultura (Func) na Praça Maria Aragão. Acompanhado de toda a equipe de governo, da primeira-dama, Camila Vasconcelos, e da filha Talita, Edivaldo percorreu os vários espaços do arraial e conversou com a população sobre assuntos da administração.

“A Prefeitura tem participado ativamente do São João da nossa cidade, repetindo o que foi feito no primeiro ano da nossa administração. Aqui, na Praça Maria Aragão, temos a oportunidade de fazer uma grande festa, com espaço que permite aos maranhenses e turistas poderem visitar e assistir às nossas danças, quadrilhas e bumba-meu-boi”, disse Edivaldo.

Para montagem da estrutura física do arraial na Praça Maria Aragão, a Prefeitura investiu mais de R$ 230 mil dos recursos próprios com total transparência dos gastos. Além do espaço para a festança junina no Centro Histórico, o projeto “São João de São Luís – O arraial do Brasil é aqui” contemplou o apoio a 33 arraiais comunitários em diversos bairros.
Para o presidente da Func, Francisco Gonçalves, pela frequência e pelos comentários que tem recolhido, o local se consolida como um dos grandes espaços de manifestações da cultura popular. “Considero que fizemos um grande arraial, um bom trabalho para a cultura popular, com menos recursos e mais qualidade. Principalmente, no que se refere à programação. Este ano tivemos na Maria Aragão grandes batalhões do bumba-meu-boi”, avaliou o presidente da Func.

No Espaço do Turista, o prefeito Edivaldo comentou sobre os investimentos que a Prefeitura tem feito, apesar das dificuldades financeiras enfrentadas, para destacar o calendário cultural e tradicional da cidade. Em conversas com turistas e pessoas do trade turístico, ele ratificou a importância dos festejos juninos. “O São João é uma festa muito bonita. Esse é um momento importante para a Prefeitura e para a cidade”, afirmou Edivaldo.

A visita aos vários espaços do arraial foi acompanhada por secretários Robson Paz (Comunicação), Geraldo Castro (Educação), Lula Fylho (Turismo), José Cursino (Planejamento), Andreia Lauande (Criança e Assistência Social), Tati Lima (Informação e Tecnologia), Raimundo Penha (Desportos e Lazer), Rodrigo Maia (Meio Ambiente), Fatima Ribeiro (Segurança Alimentar), Mittyz Rodrigues (Administração), pelos presidentes Francisco Gonçalves (Cultura), Aquiles Andrade (Patrimônio Histórico) e Luís Carlos Borralho (Impur), e também pelos vereadores Osmar Filho (PSB), Francisco Chaguinhas (PRP) e Ivaldo Rodrigues (PDT).

BAILE DO FORRÓ - Durante a programação de quinta-feira (27), o arraial homenageou os compositores Luiz Gonzaga, Dominguinhos, João do Vale e Catulo da Paixão Cearense com o Baile do Forró. As canções dos compositores foram lembradas pelos grupos Marinaldo do Forró, Forró Pé no Chão e Forró do Bom. Todas as bandas mesclaram o forró, o xote e o baião, intercalando músicas de autores conhecidos, além de composições próprias.

Marinaldo Sousa de Carvalho, cantor do grupo Marinaldo do Forró, disse que assim como ele, os maranhenses são fãs do ritmo e partilham do encanto pelo Rei do Baião. “São todos apaixonados pelo grande Luiz Gonzaga”, afirmou ao se referir sobre a empolgação do público.

As bandas fizeram o público cantar e dançar ao som do melhor forró pé de serra. A programação despertou a atenção do empresário Mauro Henrique de Sousa Aguiar. “Sou fã do ritmo. E quando soube que teria três bandas aqui na Maria Aragão, não pensei duas vezes. Trouxe minha companheira e estou curtindo muito as músicas”, declarou.

Além da “Noite do Forró”, o Terreiro da Maria também recebeu como atrações os grupos folclóricos Quadrilha Nova Esperança, Tambor de Crioula do Pindaré, e Bumba-meu-Boi de Orquestra da Lua, última brincadeira da noite de quinta-feira. 
Na manhã da ultima quinta-feira (26), a Prefeitura de Santa Inês realizou uma solenidade para marcar o início da assinatura dos contratos que beneficiarão os sorteados com unidades habitacionais do Conjunto Residencial Sol Nascente. A cerimônia ocorreu no Ginásio de Esportes João Cambinha.

Durante todo o dia de quinta (26) e sexta (27), equipes da Prefeitura de Santa Inês e da Caixa Econômica Federal estarão empenhadas no atendimento para assinatura dos contratos junto aos responsáveis pelas 1.000 unidades do Residencial Sol Nascente.

Para o prefeito de Santa Inês, José de Ribamar Costa Alves, trata-se da realização do sonho da casa própria para essas famílias tem um significado especial para ele enquanto prefeito. “Nós sabemos o quanto é importante, ao ponto de não haver palavras certas para explicar, a aquisição da casa própria. Por isso estamos felizes em contribuir para proporcionar conforto e bem estar para essas famílias. É um momento de muita emoção” – enfatiza o gestor.

Segundo o prefeito, a entrega das casas é mais um passo para diminuição do déficit habitacional no município. “Ainda há 1.600 casas faltando apenas a assinatura do contrato para serem iniciadas. Fora isso, estamos fazendo loteamentos para beneficiar famílias que não tem moradia própria. Até o término do nosso mandato iremos dar um grande salto no combate ao déficit habitacional” – conclui.


Além das casas, as famílias beneficiadas ainda terão um crédito para adquirir a mobília. No entanto, a zeladora, Maria das Graças Pereira, que atualmente mora de aluguel, diz que vai providenciar a mudança o quanto antes. “Já vou sair daqui e vou direto para a minha casa. Vou logo limpar ela e fazer o pedido de ligação da energia e água e me mudar imediatamente. Só quem precisa de uma casa sabe o quanto é gratificante ter a sua”. Afirma a zeladora.
Lideranças do Munim e Barreirinhas estiveram em São Luís, em reunião com o coordenador do Diálogos pelo Maranhão e pré-candidato a governador do estado, Flávio Dino (PCdoB), quando foi apresentado um conjunto de propostas para o desenvolvimento da região. Assinam o documento com prioridades para a área representantes de Morros, Cachoeira Grande, Axixá, Presidente Juscelino, Icatu, Barreirinhas e Humberto de Campos.

“Fizemos algumas discussões entre as pessoas que são representantes dos municípios da região do Munim. Listamos as prioridades para apresentar ao Flávio, entre nossos pedidos, o reforço da segurança pública, pois vivemos em estado constante de insegurança dentro das nossas casas e nas ruas. O turista procura um local tranquilo, que possa chegar com a sua família, e se depara com esse cenário de insegurança, o que diminui a renda da população das cidades”, ressaltou Lucianny Castro, vereadora de Cachoeira Grande.

Entre as propostas apresentadas, ações nas áreas do Turismo e Meio Ambiente, com revitalização das bacias hidrográficas, fauna e flora, qualificação profissional para o setor, divulgação do potencial da região e educação ambiental. Na agricultura e pesca, apoio à linha de crédito para o pequeno agricultor, auxílio no escoamento da produção e instalação de escolas agrícolas. Na infraestrutura, destaque para estradas que interliguem os municípios: Presidente Juscelino a Cachoeira Grande (ponte), Cachoeira Grande a Belágua (estrada MA asfaltada) e Morros a Belágua (estrada MA asfaltada).

Há também propostas para educação, com instalação de escolas com cursos técnicos em nível médio e superior, escola em tempo integral e qualificação profissional. Saúde e saneamento básico que, entre as prioridades, está o Hospital Regional, construção de kits sanitários, melhoria e ampliação nos sistemas de abastecimento de água, entre outras. Na área social e cultural, investimentos com o financiamento habitacional, incentivo à cultura regional e instalação de Centros Culturais.

Para a Juventude, construção de quadras poliesportivas, estádios de futebol e Centros da Juventude. Na segurança, instalação de Batalhão da PM, com cobertura regional, estruturação das delegacias com presença permanente de delegados e o aumento do contingente da PM por municípios da região do Munim.

Além da apresentação de propostas, Flávio Dino ouviu manifestações de apoio das lideranças. Participaram da reunião o ex-prefeito de Barreirinhas, Miltinho, Amílcar Rocha e Josinaldo Santos da Luz, lideranças de Barreirinhas, Márcio Teixeira, de Presidente Juscelino, José Ribamar do Nascimento Silva, ex-vereador de Morros, Neta Machado, vereadora de Humberto de Campos, Beto, presidente do PCdoB em Humberto de Campos, Tadeu Resende, de Morros e Ednaldo Pires, também de Morros.

CIDADE OPERÁRIA/CIDADE OLÍMPICA
Anderson Martins, suplente de vereador de São Luís pelo PRB, liderança da Cidade Operária/Cidade Olímpica e conselheiro tutelar da área, esteve com Flávio Dino para declarar apoio à pré-candidatura para as eleições de 2014. Anderson defendeu o nome de Flávio como sendo de interesse público para a melhoria da qualidade de vida dos moradores da região onde atua enquanto liderança.

“Sei que vai dar certo. É interesse de toda a população ter Flávio Dino como governador do estado. Estou aqui para dizer que quero contribuir com a administração estadual e assegurar políticas públicas para a área da Cidade Olímpica/Cidade Operária, que possui mais de 117 mil habitantes”, acredita Martins.


Ele criticou a falta de atuação do executivo estadual na área quanto à Educação. Como conselheiro estadual, tem o coeficiente de jovens da Cidade Olímpica que não frequentam o ensino médio por falta de escolas. “Não temos uma escola na região”, disse. 
Editorial – Jornal Pequeno

A Prefeitura parece ter dado início ao mais exigível de todos os serviços de infraestrutura de São Luís: uma completa modificação no sistema de transportes da capital, incluindo a recuperação e pavimentação de vias públicas historicamente danificadas cuja situação se agravou com os rigores do último inverno.

Somente esta semana, e mais uma vez sem qualquer ajuda do governo do Estado, o prefeito Edivaldo deu início à recuperação asfáltica das ruas do centro histórico da capital, através de intervenções pontuais está buscando agilizar o trânsito de São Luís, colocou máquinas trabalhando nas complicadas vias do João Paulo e do Turu e inaugurou a reforma do Terminal de Integração da Cohab.

São os primeiros passos, depois das chuvas, para consertar as vias urbanas de São Luís e garantir a concretização do tão sonhado plano de mobilidade urbana, que representa maior trafegabilidade e conforto para usuários de transportes e transeuntes. Cala com estas ações os discursos daqueles que se apressaram em transformar em moeda político-eleitoral as dificuldades da Prefeitura. E a Câmara Municipal autorizou a Prefeitura de São Luís a contrair empréstimo da ordem de R$ 35 milhões para pavimentação nas áreas do Itaqui-Bacanga e Areinha.

Começam a morder a própria língua os que manifestamente esperavam colher dividendos eleitorais na infelicitação do povo de São Luís. Não adianta apregoar hospitais fechados quando eles estão abertos e pela primeira vez na história sem pacientes nos corredores; não adianta incentivar greves de cunho político nem promover manifestações na porta do prefeito. Estes primeiros passos no sentido da recuperação da malha viária de São Luís vêm mostrar que, no arrefecer das tempestades, São Luís concluirá seu projeto de mobilidade urbana.

A recuperação dos demais terminais rodoviários de São Luís será finalizada ainda neste semestre. A Prefeitura se prepara para investir na reconstrução da malha viária nas ruas dos bairros de São Luís. E quando esse trabalho se concluir, porque já começa a acontecer, os adversários de uma melhor qualidade de vida do povo ludovicense se engasgarão com a própria língua. Talvez que a sempre prometida e jamais cumprida promessa de ajuda do governo do Estado já nem seja tão necessária.

O poder público municipal começa a perceber que é inútil apelar à sensibilidade do governo, que, por questões políticas, dá-lhe as costas. Terá que agir dentro das possibilidades de um orçamento canhestro e acuado, mas já aceitou o desafio.




26 de jun de 2014

O deputado estadual Bira do Pindaré (PSB) leu, nesta manhã de quinta-feira (26), na tribuna, e declarou apoio ao “Manifesto dos jornalistas maranhenses contra a censura”. Os profissionais de imprensa elaboraram o documento que posteriormente será encaminhado à Federação Nacional de Jornalistas.

O deputado Bira deixou claro que reconhece o direito de qualquer cidadão de acionar a justiça e pedir reparação em se tratando de calúnia e difamação. Entretanto quando se trata de fatos verídicos, que comprovadamente aconteceram, for cerceada a divulgação ou debate público sobre esses fatos, para Bira se configura como censura e perseguição.

No manifesto os profissionais de imprensa apresentam um breve relato das atrocidades que a ditadura militar cometeu contra a sociedade civil e contra o jornalismo. Lamentaram a censura prévia sofrida e a existência do que chamaram de “instituto de uma excrescência jurídica sutil e convenientemente denominada propaganda política antecipada negativa”.

Os profissionais entendem que o instrumento dificulta o exercício da profissão, posto que, enquanto confundem propositadamente texto jornalístico com propaganda, é imposto aos profissionais de imprensa multas e indenizações impagáveis que sedimentam nos profissionais um irrefreável sentimento de autocensura. 

A censura é imposta em suas diversas dimensões, especialmente na internet processando blogs, sites, portais e dos programas de Rádio AM. Textos inteiros estão sendo retirados por determinação judicial e impedidos de serem citados no Facebook e Twitter e qualquer outra rede social, e é visível até a intenção de impedir a participação de ouvintes em programas de rádio.  

O Manifesto foi elaborado após o PMDB, partido do senador José Sarney, da Governadora do Maranhão e do pré-candidato da oligarquia ao Governo ter processado, em um espaço restrito de tempo, seis jornalistas profissionais de imprensa maranhenses: Gilberto Lima, Leandro Miranda, Ivison Lima, Cunha Santos, Raimundo Garrone e John Cutrim.

Alguns foram processados mais de uma vez em menos de trinta dias, como no caso de Gilberto Lima duas vezes, Leandro Miranda três vezes, Cunha Santos três vezes. As multas e indenizações variam de R$ 5 mil a R$ 25 mil. Tendo em vista a exorbitante quantia pedida e o absurdo de se processar alguém simplesmente por fazer seu trabalho de divulgar uma noticia de utilidade pública e verídica os profissionais levarão a denúncia a diversas instituições de defesa dos direitos humanos e da liberdade de imprensa.

Os profissionais acionarão a Federação Nacional de Jornalistas, órgão máximo de nossa representação e a Associação Brasileira de Imprensa, Ordem dos Advogados do Brasil, Sociedade Maranhense de Defesa dos Direitos Humanos, Comissão de Defesa dos Direitos Humanos das Minorias da Assembleia Legislativa. 

Os jornalistas alegam que escritórios advocatícios foram contratados no Maranhão pela campanha do PMDB com o objetivo que parece único o de inibir a atividade profissional da imprensa no Estado. Prova disso seria o número de processos, a recorrência, a propaganda política antecipada negativa, o valor extorsivo das multas, a quantidade de profissionais atingidos.

Eles encerram o manifesto assinado pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Maranhão, pelo presidente do Comitê de Imprensa da Assembleia Legislativa do Maranhão, jornalista Cunha Santos, solicitando que a Federação Nacional de Jornalistas e a Associação Brasileira de Imprensa, adotem as providências que lhes parecem cabíveis, antes que seja tarde e o exemplo do Maranhão seja seguido pelos eternos sensores de plantão deste país.    

MANIFESTO DE JORNALISTAS MARANHENSES CONTRA A CENSURA JUDICIAL

Este país viveu durante mais de 20 anos os horrores de uma ditadura militar marcada pela censura prévia à imprensa, pela prisão tortura e morte de jornalistas, por regras de exceção sustentadas em atos institucionais impostos pelo poder das baionetas entre os anos de 1964 e 1985.

Foi um tempo lamentável e que o Brasil lamenta até hoje. Mas é provável que nem àquela época se tenha assistido a tão rigorosa tentativa de controle da imprensa como a essa que se assiste hoje no Maranhão. O instituto de uma excrescência jurídica sutil e convenientemente denominada “propaganda política antecipada negativa” está dificultando o exercício dessa profissão, posto que, enquanto confundem propositadamente texto jornalístico com propaganda, impõem aos profissionais de imprensa multas e indenizações impagáveis que sedimentam nos profissionais um irrefreável sentimento de autocensura.

Os ataques atingem a imprensa em suas diversas dimensões, especialmente na internet, processando blogues, sites e portais e nos programas de Rádio AM. Textos inteiros estão sendo retirados por determinação judicial e impedidos de serem citados no facebook,  twitter e qualquer outra rede social. E é visível até a intenção de impedir a participação de ouvintes em programas de rádio.

O PMDB de José Sarney, Roseana Sarney e do candidato Edinho Lobão processou, em espaço restrito de tempo, seis jornalistas e radialistas: Gilberto Lima, Leandro Miranda, Ivson Lima, JM Cunha Santos, Raimundo Garrone e John Cutrim. A fúria de processar é tão estupenda que alguns destes profissionais foram interpelados na Justiça mais de uma vez em menos de 30 dias. Gilberto Lima, duas vezes; Leandro Miranda, três vezes; JM Cunha Santos, três vezes. São multas e indenizações que variam de R$ 5.000,00 a R$ 25.000,00.

Cabe-nos, pois, denunciar à Federação Nacional de Jornalistas, órgão máximo de nossa representação, à Associação Brasileira de Imprensa, Ordem dos Advogados do Brasil, Sociedade Maranhense de Defesa dos Direitos Humanos, Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e das Minorias da Assembléia Legislativa do Maranhão que escritórios advocatícios foram contratados no Maranhão pela campanha do PMDB com um objetivo que parece único, o de inibir a atividade profissional da imprensa no Estado. O número de processos, a recorrência à “propaganda política antecipada negativa”, o valor extorsivo das multas, a quantidade de profissionais atingidos, bastam para denunciar a existência de uma vontade ditatorial pela censura à imprensa, em geral o primeiro expediente de todas as ditaduras e tiranias do mundo.
Que o Brasil tome conhecimento do que acontece aqui e que a Federação Nacional de Jornalistas e a Associação Brasileira de Imprensa adotem as providências que lhes parecerem cabíveis, antes que seja tarde e o exemplo do Maranhão seja seguido pelos eternos censores de plantão neste país.

Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Maranhão
                            Douglas Cunha
Comitê de Imprensa da Assembléia Legislativa do MA
                         JM Cunha Santos
Gilberto Lima
Leandro Miranda
Raimundo Garrone
John Cutrim

Outros:
Presidentes de partidos, lideranças políticas e pré-candidatos às eleições de outubro ultimam os preparativos para a Convenção da Mudança, que oficializará a chapa Flávio Dino governador, Carlos Brandão vice e Roberto Rocha senador. O ato conjunto do PCdoB, PDT, PPS e PSB será realizado neste domingo (29), a partir das 8 horas, no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana (São Luís). O PSDB, PP, PTC, PROS, Solidariedade e a Resistência Petista, que integram o Partido do Maranhão, também participarão do evento. 

“A nossa convenção é a consagração de uma pré-campanha vitoriosa. Reunimos todos os partidos de oposição em torno de uma única candidatura ao governo e uma única candidatura ao Senado. Agora, somos o Partido do Maranhão. Vamos continuar caminhando juntos por todos os municípios, levando a mensagem de esperança na mudança, na renovação e na boa política”, disse o vice-prefeito de São Luís Roberto Rocha, que disputará a vaga do Senado.

Liderando as pesquisas, Flávio Dino (PCdoB) e Roberto Rocha (PSB) têm percorrido todas as regiões do estado com o Diálogos pelo Maranhão. O resultado do movimento, que já reuniu mais de 40 mil pessoas, são as 63 Propostas para um Maranhão com Desenvolvimento e Justiça Social. O documento completo está disponível no site www.dialogospelomaranhao.com.br para contribuições.

Pesquisa do Instituto Data M, divulgada esta semana, aponta Roberto Rocha como favorito entre os demais candidatos ao Senado. Roberto aparece com 35,8% das intenções de votos, contra 19,2% do segundo colocado.

Convenção do PTC aclamará Flávio Dino

O Partido Trabalhista Cristão (PTC) confirmou a data da convenção para segunda-feira, dia 30 de junho. O ato será realizado no auditório Fernando Falcão da Assembleia Legislativa do Estado a partir das 14 horas. Na ocasião será homologado o apoio às candidaturas de Flávio Dino para governador e Roberto Rocha para o Senado, além de anunciar os nomes dos candidatos a deputado estadual e federal que disputarão as eleições de outubro.

Entre os nomes fortes do partido, está o do ex-deputado Edivaldo Holanda, que disputará uma cadeira de deputado estadual nas eleições deste ano. Atualmente, o PTC no Maranhão conta com 42 vereadores, dois prefeitos e dois vice-prefeitos no Estado, dentre os quais o da capital, Edivaldo Holanda Júnior.



Os salários referentes ao mês de junho dos servidores públicos da administração municipal de São Luís estarão disponíveis a partir desta sexta-feira (27). O compromisso de pagar os salários ainda dentro do mês foi assumido pelo prefeito Edivaldo desde o início do mandato, em 1º de janeiro de 2013.

Os servidores municipais podem ter acesso às informações dos seus vencimentos em todos os terminais de auto-atendimento do Banco do Brasil, por meio do contracheque eletrônico. Basta acessar a opção Outros Serviços, escolher a opção Contracheque BB e depois informar o número da matrícula e o mês desejado do documento.


A consulta ao contracheque também pode ser feita pelo site da Prefeitura de São Luís (www.saoluis.ma.gov.br), na guia Portal do Servidor presente no menu esquerdo da home. Para acessar o contracheque basta informar a matrícula e senha.


A Procuradoria Regional Eleitoral no Maranhão (PRE/MA) encaminhou ao Tribunal Regional Eleitoral no Estado (TRE-MA) duas representações contra o pré-candidato Edison Lobão Filho, TV Mirante e TV Difusora por propaganda eleitoral antecipada. As representações foram motivadas pela divulgação de várias mensagens televisivas do pré-candidato em homenagem ao Dia das Mães e ao Dia do Trabalhador.

Para o procurador eleitoral auxiliar Juraci Guimarães Júnior, as mensagens conclamam o povo para o apoio à pré-candidatura de Edison Lobão Filho ao governo do Estado por meio de promessas e autopromoção de seu nome.

Ainda segundo o procurador, “a propaganda antecipada realizada pela televisão é gravíssima, pois se trata de uma concessão pública e meio de comunicação de amplo alcance, aliado ao fato de que a TV Difusora tem como sócio majoritário o pré-candidato Edison Lobão Filho, o que desequilibra o pleito e deve ser severamente reprimida pela Justiça Eleitoral”.

Na representação encaminhada ao TRE-MA, foi pedida a aplicação da multa com a avaliação da gravidade do caso, sem prejuízo da análise de eventual abuso do poder econômico e dos meios de comunicação.

O jornal O Imparcial debochou da justiça e publicou a pesquisa do Instituto Econométrica que estava proibida por conter indícios de fraude.

A Empresa Pacotilha recebeu a notificação, mas preferiu pagar a multa após uma reunião com o candidato Edinho Lobão.

A pesquisa, feita ao gosto do pré-candidato ao PMDB, foi proibida por possuir vícios e falta de transparência na aplicação dos questionários.

A assessoria jurídica da coligação do candidato Flávio Dino vai comunicar o fato ao Ministério Público para que os responsáveis pelo crime sejam penalizados.

Segundo comentam nos bastidores da sucessão estadual, o resultado foi encomendado para ser publicado na véspera da convenção do PMDB para dar a impressão de que Edinho está crescendo.

Em todas as pesquisas já realizadas até agora, Edinho patina na casa dos 20 pontos, o que estaria desmotivando seus apoiadores. Por isso teriam fraudado o resultado da pesquisa.

É bom lembrar que o Jornal O Imparcial sempre foi usado como linha auxiliar do grupo Sarney em campanhas eleitorais. A publicação da pesquisa proibida é apenas mais um serviço prestado.

Só para se fazer um comparativo entre o que foi apresentado e o que os institutos estão pesquisando: Data M Flávio 58,2% e Edinho 20,7%, Amostragem  54% a 18% e Exata 56% a 23% de Edinho.

O movimento Diálogos pelo Maranhão debateu na noite desta quarta-feira (25) com representantes do empresariado de Caxias e todo o Leste Maranhense. Os coordenadores do movimento, o pré-candidato ao governo do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), e o pré-candidato ao Senado, Roberto Rocha (PSB), receberam propostas dos empresários e debateram alternativas para o fomento de políticas públicas na criação de um ambiente de negócios mais saudável.

Ao ouvir as demandas do empresariado da região, o pré-candidato Flávio Dino defendeu a implantação de um ambiente de negócios favorável ao desenvolvimento das atividades econômicas, mas também sociais. “É preciso que o Estado articule condições concretas para o desenvolvimento econômico e social do Maranhão”, propôs Flávio Dino. O pré-candidato defendeu ainda a transparência, honestidade e combate à corrupção para ampliar os investimentos empresariais. “É necessário haver uma separação do ambiente público e privado, pondo fim a extorsões que inibem o investimento empresarial”, disse ele.

O debate de políticas públicas e propostas para a ampliação da infraestrutura no estado foi o ponto central do encontro com os empresários. De acordo com a categoria, as deficiências em infraestrutura inibem o empreendedorismo no estado. “Infelizmente, ainda precisamos recuperar diversos setores que influenciam diretamente na aplicação de investimentos empresarias”, disse Maciel, diretor da CDL de Caxias.

Propondo aos coordenadores do movimento Diálogos pelo Maranhão investimentos em políticas públicas que sejam aporte para os investimentos empresariais, representantes da CDL, SINDICOCAL e SINDILOJAS de Caxias sugeriram a criação de um Porto Seco, de um aeroporto regional e investimentos em linhas férreas para o escoamento da produção em Caxias.

O prefeito de Caxias, Léo Coutinho, esclareceu que são muitos os esforços do município para garantir melhorias estruturais, “mas não podemos fazer tudo sozinhos”, disse. Ele ainda completou dizendo, “buscamos uma parceria institucional com o governo, mas não obtivemos respostas”.

O representante do SINDICOCAL, Edson Amanso, defendeu investimentos estaduais para incentivar o desenvolvimento de uma indústria química em Caxias. “Se tivéssemos apoio, teríamos aqui a maior indústria de produção de matéria-prima de origem vegetal do Brasil”, avaliou.

José Ivan, do SINDILOJAS, apresentou como prioridade para a categoria a construção de um shopping para abrigar o comércio informal da região. “Temos a consciência de que essa demanda vai mudar a vida de muita gente, mas só será possível com o apoio do Estado”, avaliou.

O pré-candidato ao senado, Roberto Rocha, também defendeu o desenvolvimento da economia com a promoção de políticas sociais. “Ainda falta em nosso estado a agregação de valor de cadeias produtivas”, falou. E completou, “as conquistas sociais no Maranhão dependem diretamente dos avanços na política e na economia do estado”.

Dialogando com Empresários - Empresários de São Luís, Imperatriz e Balsas já estiveram em debates com os coordenadores e lideranças políticas do movimento Diálogos pelo Maranhão. Desta vez, os debates de políticas públicas voltadas para desenvolvimento econômico do estado aconteceram com os empresários de Caxias, quarta maior cidade do estado.

Como compromisso, Flávio Dino destacou em todos os eventos com empresários a alteração da lei de cobrança do ICMS com o reescalonamento e criação de novas faixas de faturamento e percentuais para efeito de cobrança do imposto. A medida tem como objetivo dar mais capacidade de investimento, competitividade e empregos. O pré-candidato propõe além da ampliação das políticas tributárias de incentivo à produção, as Parcerias Público-Privadas para realização de grandes investimentos no estado.


“Temos todas as condições para desenvolver o nosso estado, colocando-o no mesmo patamar de crescimento econômico e social que se vê em outros estados do Nordeste e do Brasil", disse Flávio Dino.

25 de jun de 2014

Recuperação de ruas são intensificadas pela gestão Edivaldo
A Prefeitura de São Luís concluiu nesta quarta-feira (25) a primeira etapa do serviço de recuperação da Avenida Guaxenduba, no Centro, que cedeu com o rompimento de duas placas de concreto. O trecho passará ainda por obras de pavimentação. O trabalho integra o programa de reestruturação e melhorias da pavimentação na região central da cidade, uma orientação do prefeito Edivaldo à Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Semosp).

A primeira fase da obra na Gauxenduba consistiu na retirada das placas danificadas, que foram substituídas por novas. O passo seguinte será a pavimentação da área, previsto para ser realizado até a próxima sexta-feira (27). De acordo com o superintendente do Grupo Executivo do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em São Luís, Roberto Sousa, o tempo entre as duas etapas é necessário para a secagem adequada do concreto.

Outro trecho da região central que recebeu o serviço de recuperação da infraestrutura foi a Rua dos Afogados (Diamante), no trecho que interliga as avenidas Celso Magalhães (Centro) e Venceslau Brás (Camboa). Também foram incluídas no programa de recuperação as ruas Vespasiano Ramos, Concórdia, Cristóvão Colombo e as vias próximas à Praça da República. 

Os locais foram comprometidos pelas fortes chuvas e precisaram passar pelo processo de recapeamento asfáltico para restabelecimento da infraestrutura. A comunidade apoiou a realização do trabalho. “Antes, a situação das ruas estava muito ruim, principalmente quando chovia. Os buracos existentes acumulavam água e lixo. O bairro melhorou muito com essa obra”, comemorou a empregada doméstica Conceição de Maria.

CENTRO
A Secretaria de Obras e Serviços Públicos prossegue com as obras de recuperação do calçamento com paralelepípedos na Rua da Estrela. As intervenções para revitalizar o pavimento de vias no Centro Histórico já beneficiou a Rua do Giz, Rua Santo Antônio e Beco da Pacotilha.  Estão contempladas no programa de melhorias da pavimentação na região central, as ruas: Leôncio Rodrigues, Domingos Barbosa, Portugal, Regente Braulio, Santo Antônio, Godofredo Viana, 14 de junho; além do Beco do Conan e Largo do Comércio.
Design de NewWpThemes