13 de set de 2014

Novas revelações complicam ministro Edison Lobão, pai de Edinho
A revista Época desta semana afirma que o ministro Edison Lobão (Minas e Energia) se reuniu com o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa para defender a entrada de uma empresa chinesa numa refinaria no Ceará. A reportagem também relata que a governadora Roseana Sarney liberou precatórios de mais de R$ 100 milhões para uma das maiores fornecedoras da companhia, a UTC.

Costa fez um acordo de delação premiada com a Justiça e está contando em depoimentos o que sabe. Segundo ele, havia um grande esquema de corrupção na Petrobras – do qual participava – envolvendo políticos.

Na semana passada, a Veja revelou que Roseana e Lobão estavam entre os citados pelo ex-diretor. A Petrobras começou no Maranhão a Refinaria Premium, de Bacabeira, que já consumiu R$ 1,6 bilhão e praticamente só existe no papel até hoje.

Agora, a Época traz novas informações mostrando que a atuação de Roseana e Lobão pode ter ido além dessa refinaria. A revista cita um empreendimento no Ceará e a questão dos precatórios de Roseana.

Não é a primeira vez que o governo do Maranhão está envolto num escândalo com precatórios. Recentemente veio à tona a informação de que o governo Roseana pagou ilegalmente precatórios à Constran, após intermédio do doleiro Alberto Youssef, que também está ligado ao escândalo da Petrobras.

À revista Época, o ministro confirmou apenas que teve uma audiência com Costa. Roseana disse que nunca participou de nenhum esquema de corrupção nem solicitou “ao ex-diretor da Petrobras recursos de qualquer natureza”.

(Do site Maranhão da Gente)

 
Uma multidão acompanhou Flávio Dino na manhã deste sábado (13) em Buriti Bravo. Muita alegria, entusiasmo e bandeiras nas ruas para saudar os candidatos da mudança do Maranhão.

O autônomo Miron Madeira de Carvalho, 57 anos, falou da boa impressão que tem do trabalho de Flávio Dino pelo Maranhão. Ele acompanhou a caminhada pelas ruas de Buriti Bravo e saudou o próximo governador do Estado representando a alegria e a força do povo do Maranhão. "O povo está na rua não é à toa. Precisamos mudar o nosso Estado e vim aqui pra dar uma força para isso", disse, apontando como prioridade do município atenção a saúde, estrada e educação.

Maria Regiane Conceição, de 34 anos, ressalta que Flávio é o melhor para o Estado. "As propostas dele vão levar o Maranhão para o caminho certo", afirmou. A dona de casa está empenhada na vitória de Flávio governador. Em encontros com amigos e familiares, ela tem reforçado a importância da vitória do candidato da mudança para o Maranhão.

Coragem para libertar o Maranhão

A coragem para libertar o Estado do grupo Sarney esteve na fala da dona de casa Maria Cleide Pilio, de 46 anos. "Já estão aí há 50 anos sem fazer nada, já deu, e Flávio é a pessoa certa para derrotar essa família", disse. Sobre a população nas ruas da cidade, Cleide disse que é pelo desejo de mudança. "Estamos aqui pra ajudar, vamos fazer o que for possível para eleger Flávio governador", completou.

A atividade foi acompanhada pelo presidente da Fetaema, Chico Miguel, pelos vereadores Marineide, Raimunda Helena e Gilvan, presidentes de partidos e os candidatos a deputado estadual Professor Haroldo e Luís Pedro e federal Domingos Dutra, Rubens Júnior e Zé Renato. Nos discursos, o pedido de apoio a Flávio e Roberto Rocha, candidato ao Senado.

Da região central do Estado, o vice Carlos Brandão agradeceu a presença da população nas ruas com as bandeiras do 65 para mudar o Estado. "Estamos firmes no projeto de mudança. Sou sertanejo e estamos nesse desafio de vencer as eleições e fazer um bom governo", assegurou. Entre as garantias dadas ao povo, a construção da estrada até o Baú e também interligando a cidade a Passagem Franca.

Fim do atraso

Roberto Rocha, candidato ao Senado, destacou a importância do momento para a mudança política no Estado e que apenas um lado representa a virada de página em busca do desenvolvimento. "Tem um grupo do grupo Sarney e outro da mudança. Confiamos no povo de Buriti Bravo para mudar o Maranhão e levar ao Senado um representante do Estado", disse.

Forte liderança da região, Luciana Leocádio recomendou o voto a Flávio e Roberto para mostrar ao Brasil que o Maranhão não é de nenhuma família. "Vivemos no atraso com a família Sarney e somos conhecidos como Estado que tem dono. Mas vamos resolver isso no dia 5 de outubro para tirar o Maranhão do atraso votando em Flávio Dino governador. Esse é o momento do povo, é o momento de todos nós", ressaltou.

Apresentando as propostas de desenvolvimento para o Estado, como o Água para Todos, a melhoria do acesso e infraestrutura das estradas para ligar Buriti Bravo ao Leste Maranhense, Flávio destacou que se empenhará também pela educação na região. "A educação é o caminho para melhorar a vida das pessoas, com escolas técnicas, universidades estaduais. A nossa união é pela defesa do Maranhão", declarou.

Neste domingo (14) a comitiva estará nas cidades de Fortuna, Jatobá, Santa Filomena e São Domingos. 
O deputado estadual, Raimundo Cutrim (PCdoB) participou de uma grande caminhada pelas ruas no município de Senador Lá Roque MA, no último sábado (13). O evento marcou a passagem do candidato pela cidade como parte de sua agenda eleitoral.

Cutrim esteve acompanhado do candidato a deputado Federal, Waldir Maranhão (PP), da vereadora professora Fatinha (PP), e de vários amigos da região Tocantina.

O ato foi organizado pelos líderes políticos da cidade sob a coordenação do senhor Dario Contador e os ex-prefeitos de Senador Lá Roque Senhor Oliveira e João do Oliveira.

O evento deixou os candidatos empolgados, e com a certeza que a participação ativa dos eleitores na caminhada deverá se confirmar a vitória de Flávio Dino no próximo dia cinco de outubro.

No fim da caminhada, os deputados discursaram para uma multidão e reafirmaram seus compromissos com o povo da região Tocantina, sobretudo no que envolve a segurança e a educação...

 

 
A revista Exame, de reconhecimento nacional, que circula esta semana, selecionou 20 deputados com atuação mais destacada na Câmara Federal, e incluiu o deputado federal Domingos (SD), em 7º lugar, como um dos mais atuantes no Congresso Nacional.

O site “Huffington Post”, dos Estados Unidos, também incluiu o deputado maranhense entre os 20 parlamentares que mais se destacaram no Congresso Nacional nesta legislatura.

“Recebo com enorme felicidade mais estes reconhecimentos ao meu trabalho, em nível nacional e internacional, pela militância em defesa dos mais humildes. Reconhecimentos como estes nos vitaminam para continuar na luta por um Brasil mais justo e um Maranhão livre”, declarou Dutra.

Nos últimos três anos, através de uma votação feita pelo site “Congresso Em Foco”, Domingos Dutra também foi eleito pelos jornalistas que cobrem as atividades no Parlamento Brasileiro como um dos 10 mais atuantes deputados federais.

Os três veículos de comunicação – Exame, Congresso Em Foco e Huffington Post - tomam como base o trabalho de Dutra na presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, e na Comissão Mista de Combate ao Trabalho Escravo, bem como a sua luta em defesas dos direitos dos quilombolas, indígenas, trabalhadores rurais, agentes de saúde e de endemias, extrativistas, garimpeiros, policiais militares, corpo de bombeiro e professores.

Destacam, ainda, o empenho do parlamentar na regulamentação da profissão de mototaxistas (beneficiando mais de 6 milhões de profissionais, incluindo  os motoboys, motogás e motofretes), e por ser um dos autores da lei que legalizou a profissão no ramo da beleza.

“Durante esse 3 anos e meio de mandato, nós usamos a tribuna da Câmara Federal mais de 1.200 vezes, defendendo interesses da população do Maranhão e do Brasil e apresentamos 40 projetos de lei, onde se destacam a criação do Fundo para Desenvolvimento de Alcântara, proteção para as quebradeiras de coco do Brasil, o projeto que reduz o mandato de senador, de 8 para 4 anos, e o projeto que acaba com a suplência de senador, dentre outros”, acentuou Domingos Dutra.
Em assemleia geral realizada ontem, policiais decidiram pela greve de advertência
O Sindicato dos Policiais Civis do Maranhão (Sinpol) e a Associação dos Servidores da Policia Civil do Estado do Maranhão (Aspcema) reuniram a categoria para a realização de uma Assembleia Geral nesta sexta-feira, dia 12, em frente à REFFSA, na Beira Mar. Durante a Assembleia foi deliberado que os Policiais Civis do Maranhão farão uma paralização de advertência de 48h, nos dias 18 e 19 de setembro, quinta e sexta-feira.

Logo em seguida, já está agendada nova data de paralização, a ser realizada nos dias 24, 25 e 26 de setembro. Após as eleições, os Policiais Civis irão parar as atividades novamente, dessa vez com uma semana, de 13 a 17 de outubro. Caso nenhuma das reivindicações sejam atendidas, já está convocada nova Assembleia Geral para o dia 17 de outubro, onde será deliberada greve geral por tempo indeterminado.

Entre as principais pautas de reivindicação está o não cumprimento do Estado da implantação da Gratificação de Dedicação Exclusiva, cuja sentença transita em julgado. Além disso, são várias as dificuldades enfrentadas pela categoria na capital e no interior do Estado, principalmente a falta de estrutura das delegacias. O efetivo reduzido também tem se tornado um problema cada vez mais evidente, contribuindo para a instauração do caos na Segurança Pública do Estado.

Segundo o presidente do Sinpol, Heleudo Moreira, na segunda-feira, dia 15, será enviada uma comunicação para o Governo do Estado, através da Secretaria de Segurança, informando a definição da Assembleia Geral.  O presidente da Aspcema, Amon Jessen, declarou que a Polícia Civil do Maranhão encontra-se muito debilitada pela falta de investimentos do Governo do Estado na Segurança Pública.

 

12 de set de 2014


Atos de violência ocorridos durante protesto realizado em São Luís-MA, foram denunciados pela presidenta da União Nacional dos Estudantes (UNE), Vic Barros, que lamentou o uso da força policial para reprimir movimento estudantil contra a corrupção. A dirigente repudiou o uso de força do estado para impedir a livre manifestação do cidadão.

Com centenas de estudantes no Centro da capital do Maranhão, o grupo de jovens realizava movimento pacífico em protesto contra corrupção. Intitulado “Maranhão sem Corrupção”, o protesto contra escândalos políticos que acontecem em todo o país.

“O que a gente viu hoje é a demonstração de um modelo político atrasado, truculento e que não respeita a opinião dos jovens que não aceitam mais a corrupção,” disse a presidenta da UNE em entrevista.

Segundo a denúncia feita pelos estudantes, a manifestação era pacífica, porém houve infiltração de carros de som integrados por militantes do PMDB. Dois deles, Marcone Edson Matos e Assis Filho, chegou a dar instruções à ação dos policiais contra a manifestação.

Duas pessoas foram diretamente atingidas pela manifestação. Daiany Macedo e Werberson Fernandes, ambos de 21 anos, foram hospitalizados após o uso de rojões contra os manifestantes. Segundo relatos dos manifestantes, o uso de rojão partiu de dirigentes estudantis do PMDB (foto). Werberson foi lesionado no peito pelo disparo.

Jaíne Santos, estudante do IFMA, vice-presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas no Maranhão e que participou da caminhada, lamentou os atos de agressão contra o movimento pacífico. “Todos os jovens devem lamentar qualquer tipo de violência. Esses atos merecem repúdio de todos os que defendem a Democracia no Brasil,” afirmou.

Agressão policial

A manifestação teve início na Biblioteca Benedito Leite e foi finalizada em frente a Igreja de Nossa Senhora do Carmo, durou 1 hora e meia. Outro diretor da UNE, Tawan Fernandes, chegou a ser agredido por um dos policiais, conforme vídeo que será apresentado pelos estudantes à Delegacia Geral.
o   O deputado estadual Raimundo Cutrim (PCdoB) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa, durante o grande expediente desta quarta-feira (10), e discorreu três assuntos de extrema relevância ao povo do Maranhão, nos quais lamentou o desserviço que o IBOPE vem prestando ao país, sobretudo ao povo do Maranhão, com suas famigeradas pesquisas. Raimundo Cutrim lembrou que as pesquisas de opinião divulgadas nos últimos meses referentes às eleições de outubro tem confundindo a cabeça dos eleitores dada as discrepâncias nos resultados.

Cutrim recordou que em 17 de julho deste ano o Instituto Exata contratada pela TV Guará mostrou que, se as eleições fossem naquele período o candidato Flávio Dino (PCdoB), venceria o candidato Lobão Filho (PMDB) ainda em primeiro turno, com percentual de 54% contra 25% do peemedebista. Logo em seguida, o instituto Data M encomendado pelo jornal “Atos & Fatos”, divulgado dia 31 de agosto de 2014, mostra Flávio Dino com 57,8% contra 23,1% do candidato do Governo.
Já a recente pesquisa do IBOPE, encomendada pela TV Mirante, divulgada dia 06 de setembro mostra nosso candidato com apenas 42% de intenção de votos contra 30% do nosso adversário.

“Alguém aí está faltando com a verdade, alguém não está sendo profissional no trabalho com pesquisas, com uma pesquisa bem feita, com responsabilidade, ela tem uma margem de erro de 2% a 3%. Mas talvez essas pesquisas esteja sendo realizadas nos mesmos métodos da que foi realizada em 2010, onde o IBOPE afirmou que Lula não faria o sucessor e todos nós brasileiros viram o resultado”, acusou o parlamentar.
Outro ponto abordado pelo deputado foi o caso do ex-diretor da Petrobras, publicado na Revista Veja, que chegou as bancas esta semana, onde consta o nome da governadora do Maranhão Roseana Sarney, como beneficiária das propinas. “Eu aqui não estou julgando ninguém, mas fazendo uma reflexão eu lembrava-me, das denúncias infundadas, como aquela campanha criminosa, campanha maléfica feita pela TV Mirante, e seus jornais contra o deputado Cutrim. Pois quando a pessoa não tem culpa, como é o meu caso, é uma dor que dói na alma, é uma ferida que sangra 24 horas”, desabafou Cutrim.

Por fim, o deputado Raimundo Cutrim trouxe a tona mais um escândalo praticado pelo ex-secretário de Segurança Aluísio Mendes, que além de quebrar o Sistema de Segurança Pública do Maranhão, consumindo todo o orçamento destinado à pasta, deixou um débito de quase R$ 30 milhões na secretaria, impossibilitando o atual gestor sequer de realizar um pequeno reparo.
Não satisfeito com tamanha destruição, ainda por cima, o ex-secretário desviou veículos da SSP, a exemplo de uma Pajero nova de placas IOR 3609 – São Luís MA, que foi localizada em Brasília, segundo dizem as más línguas, que ela estava servindo a seus familiares na capital federal. O certo é que o atual secretário determinou que fosse recolhido o veículo Pajero para o pátio da Secretaria de Segurança de onde jamais deveria ter saído de forma clandestina, concluiu.

 
O prefeito Edivaldo entregou, nesta sexta-feira (12), 40 novos veículos que vão reforçar os serviços de fiscalização e patrulhamento de trânsito nas ruas e avenidas da capital. São 25 carros e 15 motocicletas que começam a operar, a partir desta segunda-feira (15), na dinâmica e disciplinamento do trânsito.

“Já avançamos muito na área de trânsito e transporte. A entrega dessas novas viaturas vem somar às diversas intervenções já concluídas na área e a outras em andamento, para darmos a resposta que a população da nossa cidade anseia para ter um trânsito mais ágil, seguro e humanizado”, disse o prefeito.

As novas viaturas são equipadas com sirene, giroflex, rádio comunicador e um GPS (rastreador), que auxiliará a Central de Operações da Secretaria de Trânsito e Transportes (SMTT) no envio do veículo mais próximo à ocorrência. Além de facilitar o trabalho de fiscalização, as novas viaturas, que serão distribuídas em pontos estratégicos, permitirão que o agente consiga chegar mais rápido ao local onde o trânsito estiver obstruído, garantindo agilidade no atendimento e maior fluidez do trânsito.

Segundo o titular da SMTT, Canindé Barros, com as novas viaturas, os agentes de trânsito vão atuar agora com uma nova dinâmica, pois passarão a operar também nos pontos fixos e críticos, como rotatórias e retornos, onde há congestionamentos. “Com essas viaturas nas ruas, será possível aprimorar consideravelmente a fiscalização no trânsito e proporcionar um ganho muito grande à população no que concerne à fluidez e segurança no trânsito”, afirmou Canindé Barros.

Na solenidade de entrega das viaturas, o prefeito Edivaldo destacou a ação como mais um reforço para melhorar o trânsito da capital, dentre as muitas ações que já vêm sendo executadas em São Luís, por meio do Plano Estratégico de Melhorias no Trânsito. Edivaldo ressaltou também as obras que alteram o traçado geométrico de diversas vias da cidade, para a criação de novas faixas e maior mobilidade. O prefeito lembrou ainda da reforma dos terminais de integração, cujas obras já foram concluídas nos prédios da Cohab e do São Cristóvão.

Estiveram presentes na entrega dos veículos os secretários municipais José Cursino (Planejamento e Desenvolvimento), Geraldo Castro (Educação), Helena Duailibe (Saúde), Fatima Ribeiro (Segurança Alimentar), Olímpio Araújo (Desportos e Lazer), Breno Galdino (Segurança com Cidadania), Diogo Lima (Urbanismo e Habitação), Rodrigo Maia (Meio Ambiente), Rodrigo Marques (Governo), Robson Paz (Comunicação), Antônio Araújo (Obras e Serviços Públicos), o secretário adjunto Domingos Paz (Agricultura, Pesca e Abastecimento), o presidente do Instituto de Previdência e Assistência do Município (Ipam), Raimundo Penha, e o Controlador Geral do Município, Délcio Rodrigues. 

A solenidade também foi acompanhada pelos vereadores Armando Costa (PSDC), Marquinhos (PRB), Damasceno (PSL), Edmilson Jansen (PTC), Fatima Araújo (PRP), Manoel Rêgo (PTdoB), Barbosa Lages (PDT) e Pavão Filho (PDT).
Poder Online
Diante da possibilidade cada vez maior de uma vitória no primeiro turno do candidato ao governo do Maranhão Flávio Dino (PCdoB), a campanha da presidente Dilma Rousseff decidiu investir um pouco mais na campanha comunista.

Nesta semana, chegaram no estado os materiais confeccionados pelo comitê nacional do PT, em que Dilma e Flávio Dino aparecem lado a lado, com o número do PCdoB. A encomenda fez a alegria da militância petista, que historicamente defende o fim da aliança com a família Sarney, aliada do candidato peemedebista Lobão Filho.
           
O ministro Edison Lobão, sumiu, escafedeu-se. Tem evitado aparições pública para não ser questionado sobre o escândalo de recebimento de propina na Petrobras, denunciado pelo ex-executivo da estatal do petróleo, Paulo Roberto da Costa, preso na operação Lava Jato da Polícia Federal.    

Pai do candidato Edinho Lobão, também acusado de sumir com R$ 30 milhões do PMDB, segundo denunciou a revista Veja, o ministro somente é visto em algumas atividades políticas do filho no interior do Maranhão, mas mantém-se em silencia sobre a acusação.
Se a situação do filho já era desesperadora antes de Paulo Roberto abrir a boca e entregar seus comparsas de gatunagem, após o escândalo Edinho praticamente disse adeus às suas pretensões de governar o Maranhão e manter a oligarquia moribunda no poder.

O ministro está acuado, sem resposta. A oposição mostra, todos os dias, no horário eleitoral, as revelações do delator envolvendo Lobão e Roseana Sarney com o propinoduto, mas a dupla silencia, certamente, por falta de argumento.

E ainda querem continuar mandando no Estado
O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Dias Toffoli (foto), negou nesta quinta (11) pedido do PC do B do Maranhão para que fosse anulada a licitação que contratou a empresa Atlântica para prestar serviços relacionados às urnas do Estado no dia da eleição.

A firma pertence a Luiz Carlos Cantanhede Fernandes, aliado do clã Sarney e amigo do candidato do PMDB a governador, Lobão Filho.

Toffoli disse que problemas formais apontados pelo PC do B na licitação “carecem de cabal comprovação”. Para ele, “a alegada amizade íntima” Lobão-Fernandes “não é suficiente para declarar a suspeição de tal empresa”.

O ministro também disse que o acolhimento da petição neste momento inviabilizaria o pleito, o que é, “por si só”, suficiente para sua rejeição.

O histórico de eleições locais apertadas potencializa a preocupação do candidato do PC do B, Flávio Dino. Em 2010, Roseana Sarney foi eleita no primeiro turno por uma vantagem de menos de 2.500 votos, 0,08% do total.

Na época, a avaliação era de que ela correria risco de perder se disputasse segundo turno. Em 2006, Roseana havia ficado a um passo de ser eleita no primeiro turno, com 47,2%. Mas na etapa final perdeu para Jackson Lago (PDT), que saltou de 34,4% para 51,8%. (Folha de São Paulo)

 
Aconteceu o que todo mundo já previa: o Tribunal Superior Eleitoral reformou a polêmica decisão do pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão e indeferiu a candidatura do primeiro suplente de senador na chapa de Gastão Vieira, o ficha suja presidente estadual do PT, Raimundo Monteiro, o “Monteirinho de Roseana”, como costuma ser tratado pelos seus adversário no partido.

A decisão do TSE revela apenas a conivência do TRE-MA, órgão de péssima reputação, com a bandalheira que reina na política do Estado. No período da liberação de registro, por exemplo, a corte eleitoral ofereceu condição de elegibilidade a políticos ficha suja, a exemplo do deputado Hemetério Weba, que mesmo com contas rejeitadas teve a candidatura liberada sem sequer ser questionada. O Tribunal Superior, no entanto, se encarregou de corrigir a molecagem.

O que não dizer então da ata da convenção do Partido Verde, que após dar entrada no protocolo, sem falar em coligação com o PMDB, os dirigentes do PV pegaram o documento de volta, retificaram e o tribunal aceitou simplesmente para favorecer o deputado Sarney Filho, ameaçado de perder o mandato porque foram registrados na chapa para deputado federal apenas ele próprio, Vitor Mendes e Washington Rio Branco?
Ao julgar o processo, a corte superior levou em conta o parecer do Ministério Público Federal, que pedia a impugnação da candidatura de Monteiro baseado na Lei da Ficha Limpa. O MPF, quando do julgamento no TRE-MA, alertou para a inelegibilidade de Raimundo Monteiro, mas nem isso foi suficiente para barrar a candidatura do dirigente petista, pego com a “mão no jarro” e demitido a bem do serviço público da Superintendência do Incra-MA.  

Adestrado pela família Sarney, Raimundo Monteiro é apenas mais um petista caído, ficha suja, que usou a influência da oligarquia no Tribunal Regional Eleitoral para tentar se manter na disputa. A corte, obediente, o liberou, dando mais motivos ainda para se desconfiar desse time que colocaram para tomar conta das eleições no Maranhão.     

11 de set de 2014

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral, Froz Sobrinho, através da assessoria de comunicação da Casa, disse, ontem, ao blog  que somente se pronunciará sobre a contração da Atlântica, do empresário Luís Carlos Cantanhede, sócio de Jorge Murad, marido da governadora Roseana e amigo do senador José Sarney, para cuidar das urnas que serão usadas nas eleições 2014, após manifestação do Tribunal Superior Eleitoral.

Conforme informou a assessoria da TRE-MA, como a representação foi dada entrada no TSE, o presidente não concederá entrevista enquanto o Tribunal Superior não se manifestar. Disse ainda que o desembargador Froz Sobrinho passará todo o dia de amanhã (12) reunido com os juízes que vão participar do processo eleitora para tratar dos preparativos da eleição.

O presidente da corte eleitoral foi procurado por um grupo de jornalistas na tarde de quarta-feira para saber sua opinião a respeito da repercussão negativa, mas ele estava viajando e somente retornou a São Luís na tarde de hoje.  A assessoria de Comunicação do Tribunal, no entanto, se comprometeu em conversar com o desembargador e solicitar que ele recebesse os profissionais de imprensa, mas Froiz preferiu se manter em silêncio.  
Mais um prefeito declarou apoio à candidatura de Flávio Dino nesta quinta (11). Arlindo Filho, da cidade de Fortuna-MA, esteve com o candidato da coligação “Todos pelo Maranhão” na cidade de Governador Luiz Rocha para oficializar seu apoio ao candidato que defende a alternância de poder no Maranhão. “Nosso estado acredita nele e tenho certeza que será um grande governador,” disse o prefeito.

Ao lado do candidato a vice-governador Carlos Brandão (PSDB), Flávio Dino agradeceu o apoio e as palavras do prefeito. Para Flávio, as forças democráticas do Maranhão estão cada vez mais empenhadas no processo de alternância política. “A política no Maranhão precisa ser oxigenada, precisa de novos ares. Vamos juntos superar esse ciclo de poder que chega a quase 50 anos e por fim ao coronelismo no estado,” declarou.

O prefeito Arlindo se soma a uma série de lideranças políticas de todo o estado que resolveram confirmar presença no palanque de Flávio Dino, candidato de oposição ao grupo Sarney no Maranhão. Além de Arlindo, somente nos últimos 2 dias declararam apoio o prefeito de Palmeirândia (Nilsinho Garcia) e o vice-prefeito de Presidente Dutra (Dr. Orlando).

A campanha da coligação “Todos pelo Maranhão” avalia positivamente o momento político e chega na reta final ainda mais fortalecida para o dia 5 de outubro, quando 4 milhões de maranhenses irão às urnas votar nos candidatos que representarão o Estado ao longo dos próximos 4 anos.

Com 58,2% das intenções de voto dos maranhenses, segundo o último levantamento feito pelo instituto DataM (TSE – 044/2014), Flávio Dino vai consolidando a liderança na disputa eleitoral e tem recebido manifestação positiva de toda a população maranhense. Neste final de semana, Flávio Dino percorre dezenas de municípios em diferentes regiões e impõe o ritmo de alegria à campanha.

Os deputados Othelino Neto (PCdoB) e Marcelo Tavares (PSB) criticaram o Sistema de Segurança do Maranhão, na sessão desta quinta-feira (11), por permitir novas fugas registradas na Penitenciária de Pedrinhas, na noite de quarta-feira (10), quando uma caçamba foi usada para derrubar o muro do Centro de Detenção Provisória (CDP), do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, abrindo espaço para a saída de seis presos. Os parlamentares disseram que o governo continua tratando com descaso a questão e que o fato ocorrido mostra total falta de planejamento, de comando e de respeito do Executivo.

Quem primeiro abordou o assunto na tribuna foi Othelino Neto, que criticou a Secretaria de Administração Penitenciária e lamentou o fato do Estado ter sido, mais uma vez, notícia negativa. “É lamentável isso que acontece no Maranhão. Esse é o retrato do descaso e da falta de políticas públicas para a área. O governo do Maranhão não consegue cuidar nem da sua penitenciária, quanto mais da Segurança dos maranhenses”, afirmou.

Segundo Othelino, é por conta dessa falta de planejamento e de descaso que a governadora anda sendo desancada por onde anda. Segundo o deputado, Roseana levou um carão de duas senhoras de Icatu que não são políticas, não têm paixão e, na verdade, demonstraram uma grande desilusão. Elas reclamaram que no município não tem água, nem no hospital, e que as crianças estavam adoecendo por excesso de poeira.

“A governadora está colhendo o fruto do que plantou: do desgoverno, da falta de compromisso e de interesse. No Maranhão, em especial nas coisas relativas ao governo do Estado, cada dia a gente se surpreende com um novo fato negativo”, disse o deputado do PCdoB.

Pedrinhas no noticiário

Na mesma linha de pensamento, Marcelo Tavares também fez duras críticas ao Sistema de Segurança. Disse que é lamentável ver, nos telejornais nacionais, por exemplo, no Bom Dia Brasil, o episódio de Pedrinhas, que mostra a total falta de planejamento, de comando e de respeito do governo do Maranhão.

“A bandidagem do Maranhão não respeita mais, absolutamente, nada do Sistema de Segurança. É preciso que haja esse respeito, à força, à mão do Estado, porque quando o bandido percebe que não tem mais comando, até porque se olharmos os jornais, os crimes que alguns estão cometendo são até menores do que os de colarinho branco que estão ocorrendo hoje no Maranhão”, comparou Marcelo Tavares.
Design de NewWpThemes