1 de abr de 2015

A presença de José Sarney em cerimônias do Palácio do Planalto, repetida ontem na posse de Edinho Silva na Secom, será uma constante. Os convites a Sarney atendem a dois objetivos.

Primeiro, tiram o ex-presidente do isolamento da falta de mandato e criam um novo canal de interlocução junto ao PMDB.

Além disso, os convites fazem uso das décadas de Sarney no Senado para tentar esconder a saia justa por não haver mais nenhum chefe do Poder Legislativo numa cerimônia palaciana.

Desde que o STF autorizou a abertura de inquérito contra ambos na Lava-Jato, Renan Calheiros e Eduardo Cunha não pisaram mais no Planalto. Renan até se reuniu com Dilma no Palácio do Alvorada (leia mais aqui), mas tem evitado aparecer em público ao seu lado.

Por Lauro Jardim
Reações:

0 comentários :

Design de NewWpThemes