16 de dez de 2013

Foto: Veruska Oliveira
Consultou Marcelo Mattos Lomelino ministrou palestra e curso do projeto
A Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema) realizou uma série de ações voltadas para os sindicatos industriais em dezembro. A principal ação foi o projeto piloto que juntou a palestra “Desafios do líder sindical na representação do setor” e o curso “O papel do executivo na superação dos desafios sindicais”, destinados à preparação de lideranças e executivos dos sindicatos da indústria maranhense.
A ação faz parte do Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA), iniciativa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), executada nos estados pelas federações.
Segundo a coordenadora do PDA nacional, Camila Cavalcante, a Fiema foi escolhida para executar o piloto deste novo projeto pelo nível de organização que a entidade empresarial apresenta na articulação dos sindicatos empresariais.
“Estive em São Luís em julho. E vi o nível de organização e de engajamento dos empresários da indústria na federação. É um projeto que começamos a desenvolver em agosto. Este piloto se encaixa nas necessidades das lideranças sindicais maranhenses”, observou a executiva.
O superintendente da Fiema, Albertino Leal, comentou que a execução deste piloto marca o início de um esforço intenso para fortalecer os 29 sindicatos patronais ligados a Federação.
”A Fiema tem três pilares de sustentação estratégico: defesa dos interesses da indústria, internacionalização das empresas maranhenses e fortalecimento dos sindicatos da indústria. Com este piloto estamos apoderando os sindicatos para potencializar a sua atuação e aperfeiçoar a cultura de gestão das lideranças sindicais.”, afirmou Leal.
“Este projeto piloto marca uma virada que resultará na intensificação do Programa de Desenvolvimento Associativo da Fiema, que em 2014 terá mais de 50 ações no interior e na capital”, completou o superintendente da Fiema.
EXECUÇÃO
O projeto piloto ficou a cargo do professor convidado da Fundação Getúlio Vargas e consultor da CNI, Marcelo Mattos Lomelino, que entre outros conteúdos, mostrou cases e experiências exitosas de sindicatos patronais da indústria na defesa dos interesses, na negociação coletiva e na prestação de serviços ao setor.
Para o presidente do Sindicato das Indústrias de Panificação e Confeitaria de São luís (Sindipan), Pedro Robson de Holanda,  a iniciativa veio em boa hora. “Este projeto piloto é sensacional. Precisamos de novas ideias, é importante ter contato com iniciativas de outros sindicatos no Brasil que deram resultado. Acredito que teremos bons resultados”, disse Holanda.
Lomelino também abordou estratégias para superação os desafios encontrados nos sindicatos patronais e discutiu a realidade e o futuro dessas entidades.
“O conteúdo propõe uma forma de rever o posicionamento dos sindicatos patronais no Brasil, para trazer os empresários para participar das discussões do seu segmento. Para isso os sindicatos tem que ser livres, autônomos e fortes, tem que apresentar resolutibilidade e trabalhar para criação de um ambiente propício aos negócios. Os casos que apresentamos traduzem estas necessidades muito bem”, comentou Lomelino.
Reações:

0 comentários :

Design de NewWpThemes