17 de dez de 2013

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior, ao lado de representantes do Banco Mundial, assinou na manhã desta terça-feira (17), no Palácio de La Ravardière, a prorrogação do prazo em mais 22 meses para a conclusão das obras do Programa Bacia do Bacanga. Com o aditivo de prazo até outubro de 2015, também terão início as obras de esgotamento sanitário da região Itaqui-Bacanga.

O prefeito Edivaldo destacou o esforço da Prefeitura de São Luís para a retomada do programa Bacia do Bacanga, que estava prestes a perder os investimentos devido à perda de prazos pela gestão anterior. “Estar nesse ato de prorrogação do contrato com o Banco Mundial é motivo de grande alegria. Era um projeto quase perdido, mas que agora inauguramos um novo momento onde vai oportunizar levar água e tratamento de esgoto à região”, afirmou.

A obra consistirá na construção e ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário da Margem Esquerda do Bacanga, disponibilizando 71,5 Km de rede de esgoto com 31,1 mil ligações condominiais, 802 módulos sanitários e 13 estações elevatórias. Serão beneficiados 30 bairros, entre os quais Vila Embratel, Sá Viana, Anjo da Guarda, abrangendo uma população de mais de 110 mil pessoas. O investimento é de R$ 42.156.652,28.

A aprovação do aditivo, que foi referendado este mês pela Secretaria de Assuntos Internacionais do Ministério do Planejamento e pela Secretaria do Tesouro Nacional do Ministério da Fazenda, não altera o valor inicial do contrato do programa. 

Ao lado de dezenas de lideranças comunitárias da região do Itaqui-Bacanga que marcaram presença na solenidade com o prefeito e membros do Banco Mundial na Prefeitura, Alex Kenedy, presidente da União de Moradores do Sá Viana, disse que a comunidade irá fiscalizar de perto o cumprimento das obras.  “A comunidade estava descrente. Hoje temos essa boa notícia e recebemos de braços abertos”, declarou.

Manoel Neto, liderança da área, exaltou o comprometimento de Edivaldo Holanda Júnior com os moradores do eixo. “Efetivada essas iniciativas, temos convicção de que será um divisor de água na vida da população”, reconheceu, da mesma forma que o ativista social na área Itaqui-Bacanga, José Ribamar Bezerra (Paêta).

VISITA ÀS OBRAS
Após a assinatura do aditivo de prazo com o Banco Mundial, o prefeito Edivaldo, acompanhado de secretários e representantes do Banco, vistoriaram o andamento das obras do programa. Eles estiveram no início da execução dos trabalhos de esgotamento sanitário da Rua Holanda, no Anjo da Guarda. A empresa contratada irá fazer a implantação de 500m de tubulação até o dia 31 de dezembro, beneficiando, além dessa via, as ruas Japão, Israel e Juçara. Concluída a melhoria do saneamento básico, as ruas serão pavimentadas.
 

Logo em seguida, a comitiva dirigiu-se ao canteiro de obras da construção do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) do Coroado, que faz parte da etapa de urbanização do Canal do Coroado. O projeto prevê a implantação de um Centro Cultural, com um auditório; praça de eventos; salas de exposições; biblioteca; espaço para cursos e oficinas; Centro de Referência em Assistência Social (Cras); quadra poliesportiva; área para jogos e pista para caminhadas.

O secretário de Projetos Especiais, Gustavo Marques frisou que as fundações para construção do Centro Comunitário estão adiantadas e que o prazo de conclusão de todo o projeto, resultado de uma parceria entre a administração municipal, o Ministério da Cultura e a Caixa Econômica Federal, é prevista para o primeiro semestre de 2014. 

O CEU é um equipamento público que tem o objetivo de integrar em um mesmo espaço atividades culturais, práticas esportivas e lazer, capacitação para o mercado de trabalho, serviços socioassistenciais, política de prevenção à violência.
Reações:

0 comentários :

Design de NewWpThemes