13 de mai de 2015

O ex-ministro das Minas e Energia, senador Edison Lobão (PMDB), e a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), acusado em delação premiada de integrarem o esquema de corrupção que lesou a Petrobras em mais de R$ 88 bilhões, vão prestar depoimento na sede da Polícia Federal, em Brasília, na próxima semana, segundo informações veiculadas na tarde de hoje pela chamada grande imprensa nacional.

O nome de Lobão foi citado novamente, desta vez pelo empresário Ricardo Pessoa, dono da UTC/Constran, a mesma empreiteira que pagou R$ 3 milhões ao Governo do Maranhão na gestão Roseana Sarney (PMDB) pela liberação do precatório no valor de R$ 120 milhões como partícipes do esquema de corrupção na estatal do petróleo.

O nome do senador já havia sido mencionado por outros delatores da Lava Jato. Lobão é alvo de inquérito no STF (Supremo Tribunal Federal) por ter supostamente solicitado recursos para a campanha da ex-governadora Roseana Sarney.

                            
Reações:

0 comentários :

Design de NewWpThemes