12 de mai de 2015

 O PMDB maranhense vai de mal a pior. A reunião marcada pelo senador João Alberto, presidente da sigla, foi esvaziada. A deputada estadual Andrea Murad afirmou que não participará de nenhuma reunião sem a presença da ex-governadora Roseana Sarney. "Estarei presente quando tiver a ex­-governadora Roseana Sarney e o senador Lobão Filho", disse a filha de Ricardo.

Andrea Murad e Roberto Costa expuseram o esfacelamento do partido na Assembleia Legislativa e desde então os padrinhos políticos tentam solucionar a crise, embora sem sucesso. Andrea atacou Roberto cobrando a expulsão do aliado dele, Richard Nixon (prefeito de Bacuri), do PMDB por ser investigado em crimes de agiotagem.

Roberto contra atacou mandando a colega de parlamento puxar a "ficha corrida" de processos do pai dela, Ricardo Murad. “Não podemos utilizar de arauto da moralidade e transparência esquecendo da nossa casa. Não venha aqui atacar e pedira uma punição antes de cobrar dentro de casa”, disse. Roberto denuncia que a expulsão é para beneficiar o cunhado de Andrea, deputado Sousa Neto, apoiado pelo adversário de Nixon em Bacuri.

No mar de acusações e desentendimentos, a ex-governadora chegou a se meter na confusão convocando uma reunião emergencial na semana passada, mas não houve progressos. Esta semana foi a vez de João Alberto tentar, também sem sorte. 

 
Reações:

0 comentários :

Design de NewWpThemes