3 de jun de 2015

 A rigorosa investigação que a Polícia Civil desenvolve contra o crime de agiotagem no Maranhão aguçou a ira dos remanescentes da oligarquia contra o secretário de Segurança do Estado, Jefferson Portela, que passou a ser a “bola da vez” dos veículos de comunicação da família Sarney de seus tentáculos   na blogosfera.

A cada vez que o Governo Flávio coloca o dedo na ferida, como o caso do Detran-MA, onde empresas ligadas ao grupo Sarney mantinham contratos superfaturados, o Sistema Mirante de Comunicação começa a inventar todo tipo de mentira com a única finalidade de tentar jogar a população contra uma administração séria e transparente.

A Mirante desenvolveu campanha selvagem contra o dirigente do Detran-MA, Antônio Nunes, pelo simples fato dele proteger os cofres do Erário público, mas como não conseguiu o que pretendia (manter os contratos superfaturados) desistiram dos insultos e agressões diária e esqueceram o órgão diante da mão firme do governador em não ceder à chantagem.

Como Antônio Nunes estancou a sangria no Detran, a mídia sarneista, que sempre se beneficiou dos agiotas que perambulam pelo interior do Maranhão à procura de prefeitos incautos para roubar dinheiro público, agora se volta contra o secretário de Segurança espalhando o terror e o medo na população.

A campanha insidiosa da Mirante e seus tentáculos na blogosfera tem apenas uma finalidade: intimidá-lo na esperança de evitar que a investigação contra o crime de agiotagem alcance membros da família e sua rede de apoiadores que entregavam cheques em branco a agiotas como garantia de pagamento de empréstimos.

Mas não adianta espernear porque, segundo o governador Flávio Dino, a mão firme do governo está agindo contra os criminosos que roubam o dinheiro público, doa em quem doer. E isso tá incomodando muita gente que vivia desta modalidade de crime protegido pelo Palácio dos Leões.  

         
Reações:

0 comentários :

Design de NewWpThemes