17 de abr de 2015

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MA) identificou uma procuração falsa entregue, nesta quinta-feira (16), para retirada de um veículo, modelo Cerato NWX 3809, apreendido na última terça-feira, 14. O documento falso foi apresentado por Graciel Serra Silva que foi encaminhado pelo setor de custódia do Detran-MA à Delegacia de Defraudações.

 
Na terça-feira, Graciel dirigia o carro sem habilitação e por isso teve o veículo retido na Avenida dos Africanos, em blitz realizada pelo Detran-MA. Nesta quinta, quando foi ao setor de Custódia resgatar o carro, portava procuração com selo reutilizado de reconhecimento de firma. O chefe do setor de Custódia observou a falsificação do selo e imediatamente acionou a Polícia Civil.

 
Graciel estava acompanhado de Marcelo do Rego Santos. Ambos foram encaminhados à Delegacia de Defraudações e deverão ser indiciados no artigo 304 de documentação falsa. A delegada Ludmila Pimenta explicou que o cartório Celso Coutinho também foi vítima da fraude, pois Graciel foi ao local pedir documento de reconhecimento de firma e reaproveitou o selo para colocar na falsa procuração.
 

“Este tipo de situação vem ocorrendo constantemente, pois eles pedem do cartório um documento para poder retirar o selo e colocar em procurações falsas. Graciel será enquadrado por portar documentação falsa e se não tiver antecedentes criminais poderá responder o processo em liberdade”, explicou a delegada.
 

O chefe do setor de custódia do Detran-MA, Domingos Pinto, afirmou que desde que assumiu o setor foram iniciadas investigações para evitar liberar veículos com procurações falsas. “Consegui identificar esta procuração falsa, liguei para o cartório Celso Coutinho e confirmei que o documento não era de lá. Acionei a polícia e o indivíduo foi encaminhado para a delegacia”, explicou.
 

O diretor-geral do Detran, Antonio Nunes, ressaltou que desde o início da atual gestão policias civis, militares e federais estão locados dentro do Departamento para manter a ordem e controle dos setores estratégicos do órgão, como Custódia e Vistoria. Com a ação moralizadora adotada, outros casos de ilícitos foram identificados e coibidos pela autarquia.
Reações:

0 comentários :

Design de NewWpThemes