27 de mai de 2015

O líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Rogério Cafeteira (PSC), num contundente pronunciamento na sessão desta quarta-feira (27), acabou com mais um factoide criado pelo grupo Sarney prestando todos os esclarecimentos do Governo do Estado sobre a extinção do Programa Viva Luz.

Segundo Cafeteira, as 30 mil famílias que eram assistidas pelo programa permanecerão contempladas com o pagamento da conta de energia elétrica pelo Governo Federal, e que a partir de agora o Governo do Maranhão agirá, em  conjunto com a Cemar, para realizar a busca ativa de cidadãos em vulnerabilidade social , para que ainda em 2015 seja promovida a reinserção, atualização de dados e concessão de novos benefícios a quase 70 mil famílias maranhenses que não beneficiadas ou tinham o risco de perder seus benefícios pelo Programa de Tarifa Social.

O parlamentar explicou que “apesar de haver uma redução de 35% no subsídio para o pagamento haverá um aumento na base, e dessa forma, mais que o dobro das famílias que eram contempladas passará a ser assistida a partir desse cadastro”, enfatizou.


Rogério Cafeteira advertiu que o Governo do Maranhão remanejará do Fundo Maranhense de Combate à Pobreza os recursos de R$25 milhões que eram destinados ao Viva Luz para a manutenção do programa Mais Bolsa Família Escola, que atenderá mais de 1,2 milhão de estudantes maranhenses. Segundo o deputado, os 35% não serão mais pagos pelo Governo em função de ajuste e restrição orçamentária, mas que, em contrapartida, houve um trabalho importante para ampliar o número de famílias beneficiadas e assegurar outros benefícios.
Reações:

0 comentários :

Design de NewWpThemes